AD (728x90)

quinta-feira, 5 de junho de 2014

Círculos estranhos aparecem no Mar Adriático e intrigam os especialistas.

Estranhas formas geométricas aparecem dentro do Mar Adriático e os cientistas não conseguem explicar o que aconteceu. A população afirma que eles foram causados depois de uma visita de extraterrestres.


Misteriosos círculos encontrados no fundo do Mar Adriático, perto da costa da Croácia, têm intrigado os moradores da região. Ninguém sabe como aqueles símbolos surgiram e, na ausência de uma explicação científica plausível, diversas teorias estão surgindo, entre elas a de que as formas geométricas teriam sido criadas por extraterrestres.
O fato surpreendeu todo mundo e os especialistas não sabem como explicar as formas que têm exatamente 50 metros de diâmetro, todas na mesma distância da costa, cerca de 300 metros longe umas das outras e cercadas de posidonia oceânica (uma espécie de grama marinha comum nessa região). Ao todo, foram encontrados mais de 50 círculos.
Os círculos foram descobertos por acaso, quando os especialistas resolveram documentar a costa e registrar imagens aéreas para que eles pudessem explorar a área e estudar as diversas espécies marinhas nessa área. Até agora, nenhuma das teorias relatadas foram suficientes para que os cientistas ficassem satisfeitos.
El Periódico

As diversas teorias

O mistério dos círculos encontrados no fundo do mar costuma surpreender e gerar ainda mais dúvida em todas as pessoas. Por exemplo, nada cresce nas bordas e dentro dessas formas e, segundo o biólogo Mosor Prvan, “parece que alguém removeu a posidonia com um enorme saca-rolhas”. Somente areia e lodo é encontrado no interior dos símbolos.
A organização para a preservação do meio ambiente, Sunce Split, tenta descobrir se esse fenômeno pode ter sido causado pela pesca ilegal com dinamite ou prospecção de petróleo, mas os especialistas afirmam que essa prática deixaria muito mais vestígios e de diferentes formas, não seria tudo muito bem calculado.
Já a população atesta com convicção que tudo isso foi causado por seres de outros planetas. Eles relacionam os círculos com alguns clarões estranhos que visualizaram no céu durante muitos anos e também no final do verão de 2013. O portal 24 Sata afirma que várias pessoas reportaram sobre esses flashes sobre o mar. O exército negou militares na área.

Existe uma explicação?

Mosor Prvan acredita que é necessário fazer uma análise química muito bem detalhada do solo dentro dos círculos para que se chegue a uma conclusão. É imprescindível fazer escavações e realizar testes para que se obtenha pistas e provas do que pode estar acontecendo e também de como surgiram as misteriosas formas geométricas dentro do mar.
Renato Batel, diretor do centro de pesquisa marítima Rudjer Boskovic, diz que muitas coisas estranhas acontecem no mar, mas todas elas podem ser explicadas cientificamente. E você? Mesmo sem conhecimento específico, o que acha que pode estar acontecendo no Mar Adriático? 



© www.megacurioso.com.br / Blog Estranho Universo / http://nzn.me/m44493

quinta-feira, 29 de maio de 2014

Ufólogo diz que extraterrestres já começaram a interagir com terrenos

Marco Antônio Petit, participante do II Fórum Mundial de Contatados

Outros participantes do II Fórum Mundial de Contatados garantem ter sido abduzidos e falam sobre suas experiências.

Marco Antônio Petit tinha apenas 13 anos e já tinha construído quatro telescópios, tamanha sua fascinação com o cosmo, com os mistérios que rondam a experiência humana. “Eu não era muito normal, quando eu não podia observar o céu a noite, porque chovia, ia para o planetário do Rio de Janeiro e ficava horas por lá. Quando observei a Lua pela primeira vez e vi sua face voltada para a Terra, foi um marco, algo decisivo para me conduzir ao trabalho de pesquisa que realizo hoje”, relembra o ufólogo, com sete livros publicados e um dos mais respeitados pesquisadores do Brasil e que participou do caso do ET de Varginha. 
 
Participantes do II Fórum Mundial de Contatados que afirmam ter sido abduzidos

Hoje os tempos mudaram e telescópios como o de Kepler desvelam realidades inusitadas. “Uma expressiva parcela de estrelas na nossa vizinhança galáctica possui planetas em torno de si, alguns semelhantes, à Terra, alguns com água. Provavelmente, existem mais planetas no universo do que sóis ou estrelas. Temos mais de 10 bilhões de galáxias, 400 bilhões de sóis e um número comparável a esse de planetas. Algumas galáxias podem ter um trilhão de sóis. Diante disso, como entender o absurdo do questionamento sobre a possibilidade de vida fora da Terra?”, indaga Petit. 
 
Ele observa que a estrutura química do universo é a mesma dos nossos corpos, mares, atmosfera e está espalhada por todo o universo. “A Terra tem 4,6 bilhões de anos, é um astro de terceira geração e, então, a presença de extraterrestres remonta a essa mesma data. Até hoje eles não invadiram a Terra, mantêm uma relação de observação e não têm uma atitude hostil”.
 
Petit defende que a maior parte do fenômeno UFO tem um caráter positivo. “Nunca tive qualquer receio desses encontros que foram frequentes em minha atividade de pesquisador. Já vi seres translúcidos que se materializam em forma humana. Não tenha dúvida de que eles começaram a interagir conosco. As pessoas que tiveram algum tipo de contato, têm sua vida positivamente transformada”, finaliza o ufólogo. 


  • HISTÓRIAS PARALELAS
Dentro da nave
A história do lenhador norte-americano, Travis Walton, que foi abduzido e levado para uma nave está bombando no II Fórum Mundial de Ufologia. O episódio ocorrido em 1975 já virou filme e acaba de ganhar tradução brasileira em livro. Lançado durante o evento pela Biblioteca UFO, “Fogo no Céu: A verdadeira história de uma abdução”, tem 460 páginas e custa R$ 50,00. Filas imensas para pegar o autógrafo do abduzido. Você pode adquirir o livro no site da revista UFO: www.ufo.com.br
 
Veterano
Wallacy Albino tem antiga militância dentro da ufologia e integrou a Comissão Brasileira de Ufólogos que lutou pela liberação de 4.500 documentos sobre a investigação do fenômeno em solo brasileiro e que hoje estão na Biblioteca Nacional disponíveis para quem quiser folheá-los. Ele aproveitou o evento para comercializar seus livros como “Fenômenos e Mistérios”, lançado em 2013em que desvela temas intrigantes como o Triângulo das Bermudas, pirâmides, Atlântida, ufos na Bíblia e os crop circles. Conheça mais sobre seu trabalho em: www.geubs.com.br
 
Arte espacial
Naves espaciais coloridas e reluzentes pelo brilho de CD´s antigos pintados à mão. O artista plástico de Curitiba, Juba Tridente, atraiu a atenção dos participantes com seu trabalho que inclui ainda bonecos articulados dos chamados “greys”, um tipo cinza de alienígena. Arte que usa material reciclado.
 
Estilo
O descolado Marco Aurélio Leal, ufólogo de carteirinha e criador de um site sobre ufologia em Sorocaba, São Paulo, apresentou sua linha de camisas silkadas com a temática alienígena. Seu trabalho pode ser conferido no site www.ufoturismo.com.br
 
Machu Picchu
Uma viagem espiritual ao santuário sagrados dos incas está sendo organizada para agosto próximo. O ufólogo Ademar Gevaerd, o xamã Mário “El Puma” e o escritor Alcione Giacomitti vão acompanhar o grupo em uma fascinante exploração com direito a rituais xamânicos, meditação, fogueira, relaxamento em piscina de água vulcânica e visita à Machu Picchu. Informações: (41) 3256-6410 e (41) 9957-2121


© www.otempo.com.br   publicado em 18/05/2014 / Blog Estranho Universo

terça-feira, 8 de abril de 2014

O Mistério do Triângulo das Bermudas




8 DESASTRES NO TRIÂNGULO DAS BERMUDAS

Triângulo das Bermudas é o nome dado à região marítima que fica entre a Flórida, as Bahamas, Porto Rico e as ilhas Bermudas. Muitos mistérios cercam essa área por causa dos diversos desaparecimentos de aviões, barcos e navios que acontecem por lá.
Rosalie: em 1840, a embarcação francesa desapareceu na região do Triângulo e foi encontrada meses depois. As velas estavam recolhidas e a carga intacta, mas não havia sinal algum da tripulação.
Freya: embarcação alemã que desapareceu em 03/10/1902 e foi encontrada no dia seguinte. Porém, a tripulação inteira havia desaparecido.
DC-3: avião com 32 passageiros que sumiu em 28/12/1948. Jamais foi encontrado.
CONNEMARA IV: iate que desapareceu em setembro de 1955 e foi encontrado a 640 km da área do Triângulo sem tripulação.
KB-50: avião tanque da Força Aérea dos EUA que sumiu em 08/01/1962 quando cruzava o Triângulo.
STRATOTANKERS KC-135: aviões dos EUA que iam para uma base no Atlântico, mas nunca chegaram lá. O contato com eles foi perdido em 28/08/1963.
Grand Zenith: navio petroleiro que afundou em 1976. Ao afundar, deixou uma grande mancha de petróleo que também sumiu.
SS Poet: embarcação que afundou em 1980 numa viagem para o Egito.
Joseph Monaghan e David May acreditam que encontraram a resposta para o mistério do Triângulo das Bermudas, mas ela não é unanimidade entre os cientistas.



© Youtube/EuTeSalvo / Blog Estranho Universo / publikador.com

Total de visualizações

 
Powered by Blogger