Novo Visual

todos os comentarios são moderados

Popular Posts

Blog Archive

Tecnologia do Blogger.

CONVITE

2012

Blogroll

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Irã é recordista em avistamento de OVNIS!


Um caso importante aconteceu na manhã de 10 de janeiro de 2007, quando a população de sete municípios da região central, conhecida com Kerman, testemunhou a queda de um objeto voador não identificado nos Montes Barez.
Clique em leia mais para obviamente...

...Saber mais ¬¬


De acordo com a agência de notícias Far News Agency (FNA), moradores relataram que um artefato radiante estava em chamas e soltava uma fumaça fina até o momento da queda, seguida de explosão. Na época, o governador geral da província de Kerman, Abulghassem Nasrollahi, concedeu entrevista para a mesma agência afirmando que todas as aeronaves que sobrevoavam a área estavam identificadas e que o objeto poderia ser um meteoro.

Porém, lembrou que alguns dias antes, em Rafsanjan, a 100 km a oeste dali, um incidente similar foi relatado por outras testemunhas. Esse avistamento não foi o primeiro nem o único do mês. Em 15 de janeiro, habitantes da região de Bouyer Ahmad, 100 km ao norte do local da queda cinco dias antes, comunicaram à FNA que viram um objeto similar, por volta das 19h00. A mesma coisa ocorreria três dias depois, nos mesmos locais e horários, com diversos relatos sobre um aparelho brilhante em forma de bola, que emitia um raio amarelo e apresentava cor vermelha no centro.

O UFO estava em vôo à baixa altitude e foi avistado durante uma hora, aproximadamente. Desta vez, as autoridades preferiram não comentar o incidente. De acordo com a FNA, casos semelhantes foram registrados freqüentemente, durante 2006, em todo o território do Irã. Algumas autoridades acreditam que os objetos podem ser aviões espiões ou algum dispositivo moderno de espionagem. O país possui um interessante histórico de casuística ufológica, mas o caso mais famoso aconteceu na década de 70 e foi considerado um dos mais bem documentados avistamentos de UFO por pilotos de caças em todo o mundo.

No dia 19 de setembro de 1976, diversos moradores de Teerã alertaram a Força Aérea Iraniana (FAI) sobre um objeto não identificado nos céus da cidade. O oficial de plantão solicitou apoio ao comandante auxiliar de operações, que imaginou ser a visão do planeta Vênus. Entretanto, após o crescente número de relatos, decidiu acompanhar pessoalmente o evento. O que viu o surpreendeu: não se tratava, definitivamente, de um planeta ou estrela, pois era maior e mais brilhante. Imediatamente, enviou um caça F-4 Phantom da Base Aérea de Shahrokhi para interceptar o UFO a mais de 100 km ao norte. Na metade do caminho, o avião começou a apresentar defeitos de comunicação e os instrumentos de vôo falharam. O piloto abandonou a perseguição e retornou à base, quando os aparelhos voltaram a funcionar normalmente.

Nesse momento, um segundo caça F-4 se elevou para nova tentativa. À medida que se aproximava, a base conseguia visualizar o UFO no radar. Tinha tamanho aproximado de um avião 707 ou mais ou menos 44 m de comprimento. Por alguns instantes, o caça manteve distância regular, voando à velocidade de Mach 1, ou 1.225 km/h. De repente, o UFO acelerou de forma súbita, afastando-se. A tripulação do caça informou que o objeto tinha um arranjo retangular de luzes estroboscópicas que alternavam entre as cores vermelha, azul, verde e laranja. Nesse instante, um pequeno objeto saiu de dentro do aparelho e, a enorme velocidade, se aproximou do caça. O piloto tentou lançar um míssil AIM-9 Sidewinder, guiado por calor, mas o controle de armamentos falhou e ele perdeu toda a comunicação com a base. A única saída foi mergulhar para evitar colisão com o objeto menor, que o seguiu na manobra evasiva para baixo e, em seguida, retornou para o objeto maior. À medida que o caça se afastava do UFO, novamente o piloto obtinha controle total de seu avião.

Reações:

0 comentários: