AD (728x90)

domingo, 26 de fevereiro de 2012

Estigmata: Um mistério que percorreu anos


 Olá pessoal, essa matéria fala sobre o mistério que é o estigmata. De inicio, vamos ao seu significado: Estigmata é a manifestação espontânea de feridas sangrentas nas mãos de uma pessoa, pés, testa e volta – semelhante ao das chagas de Jesus crucificado.

 Desacreditado por muitos, este "fenômeno" tem causado aflição não só em quem sofre estas chagas, mas também a quem vê.

                             
 Nestas feridas muitas vezes há sangramento ou secreção de um líquido, e podem aparecer e desaparecer em questão de horas. É acreditado que geralmente só os santos e os mais devotos religiosos sofrem estigmas. Em muitos casos as pessoas chegam a sentir a amarração dos chicotes em suas costas.

Classicamente, aparecem estigmas em até cinco locais: nas mãos ou pulsos, pés e lados, e outras feridas, incluindo:

- Ferimentos causados por uma coroa de espinhos, embora às vezes invisível;

- Amarrações ou açoite do chicote nas costas;

- A ferida do lado, causado por uma lança, ou lanceNail buracos nos pulsos, mãos ou furos de prego nos tornozelos ou pés.

O primeiro caso conhecido foi São Francisco de Assis, em 1222. Desde a sua época, foram mais de trezentos estigmas relatados. Georgio Bongiavani (foto abaixo) é uma das vítimas mais recentes conhecidas.


  No seu caso, feridas nas mãos e na testa parecem aparecer e desaparecer quase à vontade. A explicação para os estigmas ainda é um mistério.
    No século 20 houveram mais casos de Estigmata, um caso famoso foi o de Teresa Neumman (ou Therèse) (foto abaixo).

                     
   Teresa Neumann (1898 – 1962) nasceu em Konnersreuth, na Alemanha. Tudo começou em 1918, quando, após um acidente nas costas, ela teve que ficar acamada e somente se recuperou após ter feito orações a Santa Teresa de Lisieux. No ano seguinte passou a ter visões da Paixão de Cristo e então passou a receber os estigmas. Durante muitos anos após esses acontecimentos, pareceu ter visões da Paixão todas as semanas. Ela possuía várias chagas, e suas mãos, pés, flanco e testa sangravam. Muitas vezes, seus olhos também vertiam sangue, como pode ser visto na foto acima. Dizia-se também que ela se alimentava muito pouco, ou quase nada; e algumas fontes dizem que poderia sobreviver por meses se alimentando somente com hóstias. Nas décadas de 20 e 30 multidões enormes faziam verdadeiras peregrinações para vê-la, entretanto a Igreja Católica sempre tratou do caso com cautelosa reserva.
   Um detalhe que é facilmente observável nos casos de estigmata, é o número imenso de mulheres afetadas pelo fênomeno, número esse muito maior do que o de homens. Estranhamente, o número de “possessões demoníacas” também é imensamente maior em mulheres do que em homens. Outros padrões também emergem em ambos os fenômenos: a esmagadora maioria das mulheres ditas possuídas ou estigmáticas são todas de fé católica ou cristãs (e normalmente fervorosas), pobres e brancas. No caso dos estigmas, a maioria é adulta. É bem provável que nunca veremos uma executiva cética padecendo de alguma dessas condições. A maioria dos casos são pessoas que moram em vilarejos ou pequenas cidades, que se não são pobres, são bem afastadas da “civilização” e conseqüentemente afastadas de avanços científicos, médicos entre outros progressos do conhecimento.

  Os médicos têm registrado que o sangue secretado pelas feridas é um tipo diferente do grupo sanguíneo ou é um líquido desconhecido, ou ainda exala um perfume. Uma teoria popular é que os estigmas são afecções psicossomáticas provocadas por níveis extremos de adoração, alguns creditam que o inconsciente pode trazer essas feridas pela sua devoção a Cristo, já que as feridas aparecem com mais intensidade no dia de Páscoa.


  Da mesma forma, cada ferida geralmente corresponde as marcas na imagem do objeto da adoração de cada pessoa, ou seja, se a imagem é pregada através do pulso e tornozelos, as feridas aparecem nos pulsos e tornozelos. Mas há uma outra teoria: que os estigmas são enviados por Deus como um dom apenas para os mais sagrados.

E você acredita nos estigmas? Acha que realmente é um dom? Tem alguma opinião sobre isso? Comente.


      - Edielson AP -



© MiniluaMarcelo Aviz

Written by

We are Creative Blogger Theme Wavers which provides user friendly, effective and easy to use themes. Each support has free and providing HD support screen casting.

1 comentários:

Michael Goulart disse...

o incosciente realmente faz milagres, na minha opinião isso é fruto da intensa devoção dessas pessoas. Mas acho que nem todos, ou melhor, poucos são verdadeiros.

Total de visualizações

 
Powered by Blogger