AD (728x90)

domingo, 25 de março de 2012

Habitantes de um vilarejo desaparecem misteriosamente


Olá pessoal, hoje trago a vocês uma história/lenda sobre um vilarejo no Canadá na qual todos os seus habitantes desapareceram misteriosamente. Leiam o intrigante caso: 

Dos muitos relatos existentes de desaparecimentos sem explicações no mundo todo, um se destaca, pois não foi apenas uma pessoa, mas sim todos os moradores de um vilarejo que tinha mais de dois mil habitantes.

Essa história ocorreu em 1930, quando Joe Labelle, um caçador de animais, chegou a um vilarejo que ficava perto do lago canadense conhecido como Angikuni.

Conforme se aproximava do local, ele notou que um silêncio incomum pairava no ar. Assim que entrou na vila, Joe encontrou uma fogueira na qual algo estava cozinhado em uma panela, porém não havia ninguém por perto e o que estava na panela, já havia a muito tempo passado do ponto.
Percebendo que algo estava errado, Labelle andou por todo o local com a esperança de encontrar alguma pessoa. Mas infelizmente ele não viu nenhum vivente, nem mesmo dentro das residências.


Vendo que a população toda do local sumira, Joe correu para o telégrafo local e mandou uma mensagem de socorro para as autoridades. Poucas horas depois a Real Polícia Montada do Canadá chegava ao vilarejo para tentar descobrir o motivo desse desparecimento em massa.

Porém as investigações, em vez de esclarecer o caso, acabaram trazendo ainda mais mistérios. Pois os cachorros dos moradores foram encontrados todos mortos de fome e cobertos por uma grande camada de gelo, além disso, os túmulos do cemitério local haviam sido mexidos, pois os restos mortais de todos simplesmente sumiram.

Os cães mortos provavam que os moradores não haviam simplesmente abandonado o lugar, pois sem eles e sem os trenós é impossível se locomover na região. E a profanação dos túmulos é algo bastante estranho, não é normal que o povo esquimó faça isso, além do mais com as temperaturas locais era inviável abrir os túmulos, pois o gelo estava muito duro.


Assim, até os dias de hoje, esse misterioso sumiço em massa intriga as autoridades, afinal jamais uma explicação no mínimo plausível foi apresentada e nenhuma pista dos moradores foi encontrada. Fazendo com que esse acontecimento, que ocorreu na beira do Lago Angikuni, seja um dos mistérios mais incríveis que se tem relato.


        - Edielson AP -




© Minilua

Written by

We are Creative Blogger Theme Wavers which provides user friendly, effective and easy to use themes. Each support has free and providing HD support screen casting.

4 comentários:

Luis disse...

Eu já tinha lido sobre isso.Realmente é sinistro

Nilo disse...

Não entendi a parte do relato que fala que: "Assim que entrou na vila, Joe encontrou uma fogueira na qual algo estava cozinhado em uma panela, porém não havia ninguém por perto..." E ao mesmo tempo fala que os cães estavam todos mortos de fome e congelados... me parece que existe uma incoerência, pois se a fogueira estava acessa, o tempo transcorrido sem as pessoas não seria o suficiente para os cães morrerem de fome...

Nilo disse...

Não entendi a parte do relato que fala que: "Assim que entrou na vila, Joe encontrou uma fogueira na qual algo estava cozinhado em uma panela, porém não havia ninguém por perto..." E ao mesmo tempo fala que os cães estavam todos mortos de fome e congelados... me parece que existe uma incoerência, pois se a fogueira estava acessa, o tempo transcorrido sem as pessoas não seria o suficiente para os cães morrerem de fome...

Nilo disse...

Não entendi a parte do relato que fala que: "Assim que entrou na vila, Joe encontrou uma fogueira na qual algo estava cozinhado em uma panela, porém não havia ninguém por perto..." E ao mesmo tempo fala que os cães estavam todos mortos de fome e congelados... me parece que existe uma incoerência, pois se a fogueira estava acessa, o tempo transcorrido sem as pessoas não seria o suficiente para os cães morrerem de fome...

Total de visualizações

 
Powered by Blogger