AD (728x90)

quinta-feira, 30 de agosto de 2012

US Creepypasta- Tome Cuidado

"Nas últimas semanas uma onda de assassinatos tem devastado a cidade. A polícia diz ser trabalho de um serial killer, mas quando se pergunta mais sobre ao Chefe de Polícia Daniel Garfield, o mesmo se recusa a fazer comentários. Todas as outras autoridades questionadas responderam que antes de serem mortas, as vítimas recebem uma mensagem de voz em seus celulares ou telefones fixos dizendo : "Tome cuidado". E é tudo que dizem. A polícia ainda investiga os eventos, e pede para que qualquer um com informação sobre os assassinatos contate os imediata-"

Você desliga a tv, cansado de notícias ruins pela noite. Uma olhada rápida no relógio que lhe diz que faltam cinco para meia noite. Você boceja. Sua esposa trabalha no turno da noite mais uma vez e não virá para casa por pelo menos uma hora. Ela esteve trabalhando no turno da noite toda a semana. Cansado de esperar, você se arrasta até a cama e dorme, pensando nos recentes assassinatos. Você não tem um amigo policial? Deveria ligar para ele, só para ficar por dentro de qualquer informação extra.

Pela manhã do dia seguinte você acorda do lado de sua mulher. Ela deve ter chegado cansada também e decidiu não lhe perturbar. Pobrezinha, parece realmente cansada. Decide simplesmente deixá-la dormir. Se levantando, você vai até o rádio e o liga para ouvir: " -ssasino ataca novamente na última noite. A mesma mensagem de voz foi encontrada em sua caixa de mensagens. A polícia segue investigaç-". Desliga o rádio. Ainda todos falando sobre o serial killer.

Você se arrasta até a cafeteira, quando seu telefone começa a tocar. Hesitante, pensando na mensagem que as vítimas recebiam, você demora para atender, quando finalmente toma coragem, puxa-o do gancho e escuta: "Ei cara, comecei a me perguntar se você não ia me atender". Seu amigo policial.

Graças a Deus. Você suspira em alívio e dá uma desculpa de que esteva ocupado, por isso demorou. Se sentindo ridículo por ter visto sua mão tremer e pensar que poderia ser o assassino. Seu amigo prossegue: "Então cara, me deram uma folga, e eu estive pensando se não gostaria de sair para tomar café comigo, só nós, como nos velhos tempos. Quero livrar minha cabeça desses assassinatos e relaxar um pouco. Meu carro tá quebrado, então se você pudesse vir aqui me buscar lá pelas dez e..."

"Claro, claro.", você responde. Trocam despedidas e desligam. 10 minutos de carro até a casa dele, então você só deixa um bilhete rabiscado para sua mulher e sai pela porta.

Se prende no trânsito no caminho, e acaba chegando 15 minutos atrasado. Vai até a porta da frente, preparando mentalmente uma desculpa para seu atraso. Aperta a campainha e espera. Nenhuma resposta. Aperta de novo e nada. Bate na porta. Nada. Tenta a fria maçaneta de metal. Aberta. Entra lentamente e receoso, chama por seu amigo e nada, mais uma vez. Você sente um cheiro terrível descer até seu estômago e tem náuseas. Guiado por seu instinto e seu nariz, vai até a cozinha para encontrar o que não esperava. As paredes estavam vermelhas de sangue, e os corpos de seu amigo e de sua mulher boiavam no sangue do chão. Com rostos, braços, pernas e corpos cortados. Você vomita violentamente em resposta aquela cena. Uma mensagem acende seu celular. Mensagem de voz. Você prefere não ouví-la, obviamente, e sai correndo de volta para casa.

Esquece de chamar a polícia ou qualquer coisa assim, você só quer se afastar da imagem de seu amigo morto em sua própria cozinha.

Chegando em casa, tranca a porta atrás de si e procura sua mulher, não a encontra. Vê pegadas de sangue indo até seu quarto. Se desespera, grita pela sua mulher, mas seu grito é interrompido pelo toque da mão dela em seu ombro. Você rapidamente se vira e ela lhe diz: "Só queria que você tomasse cuidado".


 


sábado, 25 de agosto de 2012

Edward Mordrake, o famoso "duas caras"

   Edward Mordrake era um herdeiro de um título de nobreza do século XIX, na Inglaterra.  Ele tinha uma face extra na parte de trás de sua cabeça, que nunca pode falar ou comer, mas por outro lado podia chorar e rir. Edward implorou aos médicos para que removessem sua "cabeça de demônio", pois, supostamente ela sussurrava coisas horríveis a ele de noite. Mas nenhum médico cedeu-o a remoção da face. Ele cometeu suicídio com 23 anos.
   Há duas histórias que falam como Edward se matou, uma com veneno e outra com um tiro em um dos olhos da sua outra face. Mas em ambas das versões diziam que Edward deixara uma carta pedindo para que a sua segunda face fosse destruída antes de seu sepultamento, pois não queria que fossem ouvidos sussurros em seu túmulo.





segunda-feira, 20 de agosto de 2012

US Creepypasta: Medo da Chuva


Veja bem, não estou escrevendo esta creepypasta com o intuito de assustá-lo.
É apenas uma dica, um conselho, afinal, somos sete bilhões de pessoas no mundo e o que quer que tenha vindo ao meu encontro pode estar agora mesmo atrás de você.

Estava no meu quarto, de porta fechada. Havia recém desligado o computador; assista televisão. Os jornais eram todos a mesma coisa: reclamando da seca, da falta de água, de como esse seria o verão mais quente de todos os tempos. 

Estava com fome, mas não queria sair de dentro do quarto sob hipótese alguma. Estava lendo algumas creepypastas e qualquer coisa vira creepy depois de uma sessão dessas histórias. Entretanto, não consegui me segurar por muito tempo. Me convenci de que qualquer coisa que eu pudesse ver ou ouvir seria fruto da minha mente amedrontada. Disse a mim mesma que precisava passar por cima do medo, rir do medo. "Nada acontece durante o dia por quê?! Cansei de pensar, no meio da rua em dias de sol: se há alguma coisa, apareça agora", lembrei. "Se houvesse alguma coisa realmente poderosa e perigosa, não iria esperar a noite e a solidão pra poder me assustar."

É aí que mora o problema, meus caros. Quando você desafia o sobrenatural, é lógico que ele vai querer fazer você sentir o pior medo possível. E ninguém é autoconfiante à noite.Encostei na maçaneta e ouvi um barulho. Era algo entre um sussurro e uma corrente de água, um tipo de chiado. Vinha de detrás da porta. Não de longe; parecia estar exatamente atrás da porta de madeira. "É qualquer coisa", pensei. 

"Não vou desistir por causa de uma coisa tão besta. Ainda se fosse uma voz..."

Voltando à mesma teoria: será sempre - SEMPRE -  o desconhecido.

Continuei firme. Abri a porta, corri até a cozinha, alcancei um pacote de salgadinhos. Correndo, eu admito. Corri como poucas vezs na vida. Atravessei o corredor e a sala duas vezes em menos de quarenta segundos.  Entrei no quarto e bati a porta, trancando-a. Só conseguia ouvir meu coração e um barulhinho de chuva vindo da janela no fundo do quarto. "Estou seguro", cogitei. Por dois segundos.Foi aí que meu coração acelerou e alguma coisa incrivelmente gelada percorreu minha espinha. Paralisei de pavor.
Como eu pude ser tão imbecil?! Não havia chuva há quase dois meses.
Qualquer coisa que estivesse lá fora, eu deixei entrar.






terça-feira, 7 de agosto de 2012

You Are My Sunshine



As memórias que eu tenho com minha avó são de muita afeição. Ela costumava morar com meus pais e comigo quando eu tinha seis anos e ficou com a gente até que eu entrei na faculdade.

Ela me criou com coisas incríveis, tais como visitas espontâneas ao Museu de história natural, me ensinando como colher flores para cada certa ocasião e até a própria receita secreta da mãe dela para a perfeita e fofinha panqueca de blueberry.

Todo domingo ela me deixava dormir um pouco mais, mas eu sempre acordava quando eu sentia o cheiro das panquecas e ouvia ela cantando "You are my Sunshine". Ela sempre vinha ao meu quarto com uma provinha e nós dividíamos antes de partirmos para as nossas atividades matinais, e então passávamos o dia todos juntos.

Domingo sempre foi o nosso dia.

Então, hoje é meu primeiro domingo em casa depois da minha graduação e eu consigo sentir o cheiro maravilhoso das panquecas, e consigo ouvi-la cantando fracamente no seu sotaque gasto e rouco do sul.
O único problema é, minha avó morreu duas semanas depois que eu fui para a faculdade.
E o cantar dela está chegando mais perto.

Galera, deem uma olhada no meu blog lá. E não se esqueçam de seguir eim =D

domingo, 5 de agosto de 2012

Guia de Sobrevivência para US Creepypasta


Nós todos estivemos lá. Você vai a um certo lugar, em um certo horário em uma certa data, tem de fazer algo em específico e algo que você suspeita que vai acontecer acabou de acontecer, sem mencionar o fato de que você acabou de ver aquela porra que "vive" no seu espelho. Vem sido dito em detalhes como você vai morrer, e quão fortemente demoníacas e invencíveis são as coisas que estão sempre ao seu redor ou dentro da sua cabeça.
A propósito, sua família está morta, seus amigos estão todos desaparecidos e você está sendo perseguido por algo que tem acesso ao seu quarto. Mas que porra você fará agora, querido protagonista?

Bem, você veio para o lugar certo para descobrir isso: Há regras simples que você deve seguir em ordem para não se tornar vítima de uma creepypasta e futuramente, conseguir sobreviver se o pior vir a acontecer. Com a ajuda desse guia, você também pode se tornar o cara esquizofrênico, traumatizado e arruinado, mas ainda assim vivo, do contrário do que o que você se tornaria sem ele, um farrapo surrado e morto.
Apenas guarde essas simples regras na sua mente...

1. Espelhos e escuridão não combinam.
2. Na verdade espelhos geralmente são um grande "NÃO", no mundo das Creepypastas, não há nada mais sinistro.
3. Há chances zero de sobrevivência se você enxergar coisas que ninguém mais conseguem ver ou responder suas respostas erradas.
4. Se você está sozinho a noite em um hospício assustador, tire um tempo para considerar que porra você está fazendo lá, e então, se é apropriado e você conseguir, saia.
5. Evite ir a lugares onde todos que foram lá nunca mais voltaram ou morreram inexplicavelmente.
6.Se alguém parar o seu veículo a noite em uma estrada deserta e pedir uma carona, seria melhor que você negue educadamente.
7. Matar é o último método de sobrevivência, poupe essa alternativa mas sem medo.
8. Pegue um simples revolver 38. Carregue com umas balas de prata. Se você acha que está realmente sem chances de sair vivo de uma certa situação, atire uma bala no que está te perseguido, seja lá o que for. Se não funcionar, você ainda terá um último tiro para se tornar um herói com isso.
9. Área 51 é simplesmente muito bem equipada de segurança para que você possa entrar lá. Ou para que um alien saia.
10.  Quando indo para um hotel, tente evitar ir para áreas não autorizadas. Se você não conseguir isso e ver uma luz vermelha, leve um tempo para considerar o valor e o tipo de hotel que você vai se hospedar na próxima viagem. Você por um acaso já ficou em um Plaza mal assombrado?
11. Quando estiver programando sua estadia no hotel, propagandas de viagens provavelmente não vão estar disponíveis em hotéis que tiveram casos de assassinatos/ mortes em massa/ construídos na boca do inferno. Jornais locais também são uteis.
12. Invocar demônios, falar línguas esquisitas e realizar rituais, quaisquer rituais que sejam considerados perigosos. Pense duas vezes antes de fazer isso, especialmente em casas abandonadas, igrejas, manicômios, florestas e na sua casa na frente do espelho a noite.

13. Quando estiver indo para uma nova área, o conhecimento do ambiente é a chave para a sobrevivência. Pergunte sobre locais mal assombrados, perigosos e outros detalhes. Ouça os conselhos dos moradores locais, e não tenha medo de perguntar se você estiver incerto  de quais ataques/desaparecimentos são paranormais e quais não são.
14. Sempre tenha uma bíblia perto da sua cama. Providencia muito material de leitura, prova de fé e um objeto relativamente pesado para jogar em inimigos.
15.Não conte com Água Benta. Tenha um estoque de ácido sulfúrico e deixe que um padre benza isso.

16. Padres japoneses limpam quartos de espíritos rodando katanas em volta de si. Esse ritual também é 100% efetivo em formas físicas. 
17. Se você achar mensagens de 666 no seu telefone, mensagem de voz, caixa de e-mail ou correio, considere mudar o serviço que providencia isso. Também não se incomode em ouvir/ ler essas mensagens. São spam. De outra dimensão, possivelmente, mas sempre serão spam.
18. Velhas companhias farmacêuticas não podem te ajudar. A não ser que você precise especificamente de "Sangue de Inocentes", "Óleo de Cobra", e "Xarope Radioativo". O que você nunca precisaria.
19. Se você precisa assinar algo em sangue, então você não precisa assinar isso. Toda corpos governamentais normais vão aceitar assinaturas com tintas normais, mantenha isso em mente se lhe for oferecido uma oferta boa demais para ser verdade.
20.  Faróis são perigosos. Evite-os de todas as formas possíveis. Se você trabalha em um Farol considere uma nova carreira em Vendas de Seguro, ou Cuidados Veterinários.
21. Não há simplesmente nenhuma razão para ouvir musicas que causam tendências suicidas, ou ver filmes que tenham estranhas/desastrosas consequências.
22. Se você gosta de se prevenir e tem um dinheiro guardado, compre uma casa para seu tio e tia em Bel-Air. Nada lá pode te machucar, não importa o quão assustada sua mãe esteja.
23. Lugares secretos, selados e intocados em velhas construções são deixados intocados por uma razão.
24. Antes de você começar a nadar em lagos turvos incrivelmente gelados no centro de uma floresta negra a meia noite, pergunte para si mesmo, eu realmente quero viajar para uma cidade antiga e aterrorizante? Se a resposta é "não", então fiquei em casa, e veja qualquer programa de qualidade disponível no Cinemax.
25.No seu trigésimo terceiro aniversário tente celebrar em sua casa com boas companhias.
26. Evitar chamar O Verdadeiro Nome de alguma coisa, pois provavelmente as pessoas deram um apelido a isso por algum motivo.
27. Assistir estática da TV por longos períodos pode ser prejudicial a saúde, tente TV por satélite para combater esse problema.
28. Tenha um gato. Essas criaturinhas peludas parecem ter uma percepção sobrenatural melhor do que as nossas, e se ele se desesperar, simplesmente jogue-o no que está indo te pegar.
29.  Cemitérios são lugares ruins, especialmente em situações de neblinas e no halloween.
30. Tente não fechar os olhos, nunca. Se precisar muito, não por muito tempo.
31. Se você ouvir algum cantarolar macabro, corra até ficar fora do alcance de seus ouvidos.
32. Se você for muito velho para brincar com bonecas, você não precisa ir para nenhum lugar perto dessas malditas porrinhas assustadoras.
33. Lendas podem oferecer boas dicas de onde não acampar com os amigos.
34. Quando de babá, certifique-se sobre os gostos e preferências da família, para evitar ser morta por uma certa estátua.
35. Nickelodeon, Cartoon Netwoork e qualquer outra empresa grande que trabalhe com desenho animados tem animadores/desenhistas/diretores depressivos, loucos, suícidas, assassinos, maniacos e etc. Tente evitar ser estagiário dessas empresas. 
36. Também, não assista dvds/fitas velhas de vídeo ou vídeo games que encontrar em lixos, chão ou lugares abandonados. Provavelmente os desenhos animados que contem neles estarão possuídos e nunca mais deixarão você dormir. 
37. Em hipótese alguma, não aceite NADA de estranhos.
38. Lugares estranhos e macabros são estranhos e macabros por certos motivos; se você não for da policia, não tente investigar, por mais bobo que lhe pareça o caso.
39. Drogas são perigosas, cuidado com o que toma.
40. Jogos são perigosos. Não importa o quão inocente ele pareça. 
41. Mesmo que você esteja certo que correr não irá salvar sua vida, sempre vale a pena tentar.


Siga essas simples regras e evitará um pouco (ou muito) que você venha a se machucar. De qualquer forma, o importante é ter certeza que sua história será contada, copiada e colada repetidamente.


Linda Boneca- US Creepypasta


Eu lhe dei uma boneca em seu aniversário.

No começo ela adorou, me disse que era linda. Que seus cachinhos loiros eram muito macios, e que seu vestido era maravilhoso. Ela não iria deixá-la fora de vista durante um bom tempo. Durante o dia ela a colocava sobre a mesa, para que pudesse vê-la enquanto limpava a casa. Durante a noite, ao lado da cama, para que pudesse nos observar enquanto dormíamos, com seus grandes e lindos olhos azuis.

Mas o amor de minha esposa pela boneca logo mudou. Logo notei que algo estava incomodando-a. Eu perguntei, naturalmente, mas ela não quis me dizer; só disse que estava muito cansada. Mas dia após dia, ela se fechava cada vez mais para mim, até que um dia, eu não conseguia agüentar mais. Eu a pressionei, convenci a me dizer o que estava acontecendo, ou iria arrastá-la a um médico.

Então, ela finalmente desabafou, e me explicou tudo em palavras chorosas.

Ela me disse que era a boneca, que ela a assustava. Disse-me que tinha a sensação de que a boneca constantemente a observava. Às vezes, parecia que até mesmo se movia.

Isso me preocupou bastante, então fui dar uma olhada na boneca.

Ela estava imóvel, sentada na mesinha no quarto. Os grandes olhos azuis inalterados. A única coisa que pude fazer no momento foi soltar um suspiro de alívio. É claro que não estava se movendo, ela não poderia fazer isso.

Fui me virar para sair da sala, mas então, vi um pequeno movimento com o canto do meu olho.

Voltei para a boneca e a peguei da mesa. Segurei-a próxima ao meu rosto, olhando direto em seus olhos.

Algo estava se movendo.

Eu tentei me concentrar, tentei olhar mais de perto.

Sim, definitivamente havia movimento. Mas não do próprio olho, e sim de trás dele.

Antes que eu pudesse registrar o que era, seus olhos explodiram, e de dentro deles, saíram pelo menos umas vinte larvas, asquerosas, rastejando.

Eu joguei a boneca para longe em estado de choque, recuando instintivamente.

Minha mulher gritou do outro quarto, me perguntando o que estava acontecendo. Eu gritei de volta dizendo para ela não se preocupar. Peguei a boneca novamente, usando um lenço para enxugar as larvas. Lá dentro, eu pude ver mais daqueles vermes nojentos, pressionando contra a pele e a camada exterior de plástico.

Mas tão rápido assim? Achei que ela duraria muito mais tempo.

Precisarei comprar uma nova para ela, talvez mantê-la mais ao ar livre ao algo assim, antes de qualquer coisa. Desta forma, ela vai durar muito mais tempo, com certeza.

Enquanto eu jogava fora a velha boneca, fiquei lembrando como minha esposa sempre dizia que amava os cachinhos grandes e loiros de Katie, a garotinha que morava na rua debaixo da nossa.

Pensando bem, ela também não tinha olhos azuis?



quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Experiência zumbi

Poderia os zumbis viver entre nós? Uma experiência bem interessante feita em Nova York mostra o que as pessoas sentem ao se depararem com alguns em situações mais do que normais. Show!



2012


© VIA : MATALEONE

quarta-feira, 1 de agosto de 2012

US Creepypasta- A Creepypasta Perfeita



Quantas creepypastas você já leu? Quantas vezes você procurou em diversos sites a creepypasta perfeita, a que mais te assustaria, ou ao menos te deixaria pensativo?

Bem, com as creepys, você descobre muita coisa. Que existe um lado obscuro da internet, que há milhões de casos estranhos pelo mundo, mistérios sem resolução. Você descobre que games podem ser perigosos, e inocentes desenhos animados escondem seu lado satânico.  

Você descobre que o seu artista favorito pode ter um pacto com o demônio, e músicas que revelam isso.

Você descobre mensagens subliminares nas coisas mais improváveis, e você conhece correntes que não te salvarão nem se você enviá-las para todos os seus amigos. Você descobre fotos amaldiçoadas, vídeos bizarros e sem explicação.

E você também descobre coisas bem mais interessantes que tudo isso. Você descobre que talvez você não comande suas ações, que você não é... você. Que você não tem pensamentos próprios, ou que sua vida só passa de uma lembrança.

Você lê tudo isso porque gosta de sentir medo. Porque gosta de pensar sobre certas coisas, porque gosta do perigo.

Você encara todas as creepys como falsas, mas... e se alguma delas, alguma que você ainda não encontrou, seja verdadeira?

E se você ainda não encontrou, porque ela não existe? Porque é você quem vai criar, ou melhor, contar?

E se aqueles relatos de pessoas apavoradas não forem realmente falsos?

E se algum dia for VOCÊ no lugar delas... ?

E se algum dia, você descobrir que a creepypasta perfeita é o que está por trás da sua vida... da NOSSA vida?

E se algum dia, você relatar um experimento chocante com o sobrenatural na internet, e todos encararem como algo falso?

Como mais uma creepypasta.

E se a creepypasta perfeita, for você?

                              Augusto Victor
Galera, sigam meu blog. Na boa.

Total de visualizações

 
Powered by Blogger