Novo Visual

todos os comentarios são moderados

Popular Posts

Blog Archive

Tecnologia do Blogger.

CONVITE

2012

Blogroll

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

"Chaves'': O macabro episódio que espantou a Televisa - Creepypasta -


 
    Olá leitor(a) do Estranho Universo, o que você lerá a seguir é uma creepypasta. Como percebi que algumas pessoas ainda desconhecem o significado da expressão, aqui vai uma explicação:
   Creepypasta é um termo da internet que define uma história ou coleção de histórias com elementos paranormais, bizarros, ou ambos. Elas normalmente podem ser fictícias, sem provas ou com provas, fontes confiáveis, ficando assim a critério do leitor decidir se é verdade ou apenas um conto de terror, mas… e se forem reais? 
   Abaixo, mais uma creepypasta sobre uma obscura história que revela o motivo que teria levado o ator mexicano Carlos Villagrán (Quico) a deixar o programa Chaves no ano de 1977.  
    
   No final de 1977, Carlos Villagrán, que desde o início da série interpretava o Quico no “Chaves”, deixa a série. Os motivos reais nunca foram oficialmente divulgados, e inúmeras hipóteses foram levantadas na tentativa de explicar sua saída. O que é certo, é que Villagrán e Roberto Gomes Bolaños, criador da série e intérprete do personagem-título, nunca mais retomaram a amizade que mantinham desde o início dos anos 70.

   Em 1977, quando da saída de Villagrán, o jornal mexicano “El Universal” publicou uma matéria que explicava as razões da rusga entre Villagrán e Bolaños. Segundo o periódico, a saída do Quico deu-se por diferenças criativas. Durante as filmagens de um episódio piloto, que abriria a temporada de 1978 do programa, Villagrán teria considerado o conteúdo do programa como “repulsivo”, e deixado a equipe na seqüência. Contudo, o jornal não dizia qual era o conteúdo do episódio em questão.
Vilagran, até hoje, recusa-se a comentar esse assunto. Qualquer entrevista em que seja abordado esse assunto é imediatamente encerrada pela equipe de assessores de Villagrán.
   Supostamente, o jornal teve acesso a uma cópia do roteiro do episódio em questão, mas não publicou nem mencionou nada acerca de seu conteúdo. Isso seria fruto de um acordo entre a diretoria do periódico com altos executivos da Televisa, que desembolsaram uma quantia substancial em dinheiro para evitar a publicação deste roteiro. É dito que cópias do tal roteiro sobreviveram, guardadas por funcionários do jornal.
   O episódio piloto chegou a ser gravado, e mesmo editado, para posterior apresentação perante os executivos da Televisa. É dito que eles teriam ficado horrorizados com o conteúdo. Um diretor de programação, à época, teria dito que o programa era “absolutamente impróprio para crianças, e, na verdade, absolutamente impróprio para qualquer um”.
   A gravação original deste episódio foi destruída pela Televisa. Contudo, uma cópia clandestina foi feita por um funcionário da emissora. Essa copia teria sido vendida para um colecionador argentino em 1996, numa transação que teria envolvido algo em torno de 4 mil dólares.

   O depoimento a seguir é um compêndio de declarações de alguns funcionários da Televisa que, à época, foram submetidos à exibição do programa. Todos eles pediram para não ser identificados. Poucos chegaram a ver o episódio finalizado e editado, e alguns destes já vieram a falecer.

“A partir da temporada de 1974, o Chaves foi ganhando destaque na programação da Televisa, e conseguindo cada vez mais sucesso junto ao público. Bolaños, porém, artista inquieto que era, queria introduzir mudanças no programa. Poucos sabem, mas à época, Bolaños fazia planos de escrever roteiros de mistério e horror, e abandonar os humorísticos.

Durante a temporada de 1975, Bolaños tenta introduzir alguns desses elementos no ‘Chaves’. Neste ano, vai ao ar o célebre episódio em que Chaves, Quico e Chiquinha entram na casa de Dona Clotilde, e lá, descobrem que ela era, de fato, uma bruxa. Originalmente, o roteiro previa que a incursão deles à casa da bruxa realmente aconteceria, e a descoberta deles teria implicações em episódios futuros. Executivos da Televisa interviram, e impuseram o final que foi ao ar: tudo não passava de um delírio das crianças.

Ainda nesse ano, vai ao ar um episódio em que as travessuras e trapalhadas de Chaves fazem com que vários moradores da vila comam insetos embebidos em gasolina. O roteiro original previa um programa mais sombrio e grotesco, mas novamente foi alterado por diretores da Televisa.

Nos dois anos seguintes, Bolaños continuou a introduzir elementos sobrenaturais, de horror ou mistério, nos episódios do Chaves. Episódios como aquele em que as crianças assistem um filme de terror, e a ‘saga’ dos espíritos zombeteiros são frutos dessa influência de Bolaños.

No início de 1978, Bolaños decidiu mudar radicalmente o programa. O Chaves, a partir de então, seria um programa de comédia com elementos de horror, mirando um público mais adulto. Mal comparando, algo semelhante à série de filmes ‘Evil Dead’. Ele escreveu um episódio piloto nessa linha, que chegou a ser filmado e exibido aos executivos de programação da Televisa. A reação foi absolutamente negativa. Os executivos vetaram terminantemente a mudança de rumo proposta por Bolaños. Carlos Villagrán, o Quico, ficou tão horrorizado com o resultado final do episódio que deixou a série.”

A seguir, uma sinopse do conteúdo de tão controverso episódio. Essa sinopse foi escrita a partir de diversos depoimentos de funcionários da Televisa que chegaram a ver o programa finalizado e editado, ou que participaram da gravação, ou mesmo que tiveram acesso ao roteiro.

O episódio começa com Chaves brincando no pátio da vila, indo para lá e pra cá em um patinete. Quico sai de sua casa, vê Chaves brincando e faz expressão zangada. Vai até ele, e segura o guidom do patinete com as duas mãos. Segue-se um diálogo:

-Chaves, quem te deu permissão para mexer nos meus brinquedos?

-É que o patinete estava jogado ali no outro pátio e eu… eu…

Quico fica mais zangado:

-Eu coisa nenhuma Chaves, devolve aqui meu patinete.

Ato contínuo, Quico puxa o patinete bruscamente, derrubando o Chaves. Quico deixa o patinete no chão e ri escandalosamente. Chaves levanta, pega do patinete, empunha-o e avança sobre Quico.

-Agora você vai ver só uma coisa, Quico!

Quico corre e grita “Mamãe!”. Neste meio tempo, Seu Madruga sai de sua casa, e toma o patinete de Chaves, impedindo que ele acerte Quico. Dona Florinda vem para o pátio, apressadamente.

-Mamãe, ele queria me bater com o patinete!

Dona Florinda dá um tapa em Seu Madruga. Diz:

-Vamos tesouro. Não se junte com essa gentalha.

Volta para dentro. Quico aplica o tradicional “gentalha gentalha” em Seu Madruga, e também volta para sua casa.

Nesse momento, um primeiro plano de Seu Madruga revela que seu nariz está sangrando. Ele tenta estancar o sangramento, sob o olhar preocupado de Chaves, mas sem sucesso. Ambas as narinas deitam uma grande quantidade de sangue, até que Seu Madruga cai no chão do pátio.

Corta para Quico, Chiquinha e Chaves na escada da vila. A iluminação do cenário sugere ser noite. Os três choram muito. Em Chaves, cada personagem possui um modo característico de chorar, mas neste momento, não. Eles choram de forma comum, aos soluços. Esse plano dura aproximadamente 1 minuto.

Em seguida, chegam o Professor Girafales e Seu Barriga, acompanhados de 2 policiais. Eles dirigem-se à casa de Dona Florinda. O Professor bate na porta, ninguém atende. Ele chama:

-Dona Florinda, abra a porta por favor.

Não há resposta. O professor abre a porta, os policiais entram, e saem com Dona Florinda algemada. Seu rosto exibe uma imensa apatia enquanto os policiais a levam. Quico, ao ver sua mãe sendo levada, desespera-se: tenta atacar os policiais, mas é contido por Seu Barriga. Dona Florinda nem parece tomar conhecimento da situação, mantendo sempre a expressão apática e o olhar vazio. Quico, seguro por Seu Barriga, chora muito e balbucia “mamãe” algumas vezes. Depois que os policiais deixam a vila, levando Dona Florinda, Seu Barriga tenta consolar Quico, mas ele corre para casa.

Segue-se um diálogo entre Seu Barriga e Professor Girafales:

- Que tragédia horrível tivemos aqui, Senhor Barriga.

- É verdade professor. Eu devia ter previsto que isso acabaria acontecendo.

- Qual foi a causa da morte?

- Seu Madruga foi boxeador na juventude. Os socos que ele levava causaram um afundamento no crânio. O tapa que a Dona Florinda deu hoje causou um traumatismo bem nessa região. Ele teve uma hemorragia cerebral e não resistiu.

-Uma tragédia horrível, Senhor Barriga!

-Sim.

-Quem cuidará dos preparativos do funeral?

-Eu cuido de tudo Professor. Não se preocupe. O senhor vai ficar aqui com as crianças?

-Sim, naturalmente.

Seu Barriga deixa a vila. Professor Girafales entra na casa de Dona Florinda.

Chiquinha e Chaves continuam sentados na escada. Agora, pararam de chorar, apenas olham fixamente para o vazio.

   Dona Clotilde sai de sua casa e vem em direção às crianças. Ela usa uma roupa diferente do que costumamos ver, uma espécie de roupão preto com vários símbolos bordados em vermelho e roxo.

   Nesse momento, os depoimentos são contraditórios. Há quem afirme que Dona Clotilde traz consigo um livro semelhante à uma Bíblia. Outros dizem que a fita falha quando ela aparece, e só volta ao normal num momento mais avançado do episódio. Uma fonte descreve que Dona Clotilde vai até a escada e conversa, aos cochichos, com Chiquinha.

   O que é consenso é o conteúdo que vem na seqüência. O pátio da vila está vazio, a iluminação é mais tênue do que na seqüência anterior, provavelmente sugerindo que a noite está mais avançada. Uma panorâmica pelo cenário mostra as escadas vazias, em seguida o centro do pátio, onde está desenhado um grande pentagrama vermelho; e em seguida Chiquinha sentada à porta de sua casa, abraçando os joelhos. Seus pulsos estão enfaixados, e as bandagens sujas de algo que parece ser sangue.
   Então, começa a ventar no pátio. Ouvimos um estrondo, é a porta da frente se abrindo. Corta para um reaction shot de Chiquinha: seus olhos estão arregalados, sua boca entreaberta, uma expressão de puro horror. Ouvimos o som de algo pegajoso. Nunca é possível ver claramente o que ou quem entrou no pátio, mas planos breves, de no máximo 1 segundo, mostram uma figura magra, enrolada num pano branco, deixando atrás de si um rastro de uma substância pegajosa, aparentemente negra.

A figura aproxima-se. Novo reaction shot de Chiquinha: agora ela sorri.

A partir daí, os depoimentos novamente tornam-se contraditórios. Há quem afirme que a fita só apresentava estática depois dessa cena. Outros afirmam que não, mas não souberam dizer o que acontecia depois. Outros preferiram apenas não dizer nada.

   O que é certo é que o episódio teve péssima recepção junto aos executivos da Televisa, e que Carlos Villagrán deixou o programa em seguida. Supostamente, uma cópia do episódio existe no acervo de um colecionador argentino, mas, procurado para este trabalho, ele negou veemente possuí-la, e pediu para não ter o nome divulgado.
   Diz-se que Bolaños pretendia desdobrar os acontecimentos desse episódio ao longo daquela temporada do Chaves. Não se sabe exatamente o que ele tinha em mente, mas funcionários da Televisa que tiveram acesso à fragmentos do conteúdo, por meio de anotações que Bolaños fazia em seus cadernos; ou mesmo em conversas com o Chesperito, dizem tratar-se de um material absolutamente sombrio e perturbador, obviamente inadequado para um humorístico infantil.
O conteúdo desses fragmentos, porém, permanece desconhecido.

Então caro(a) leitor(a), tem algo a dizer sobre esse creepy caso envolvendo o seriado? Comente. Nossa equipe agradece.


        - Edielson AP- 


Reações:

34 comentários:

Luis disse...

macabro mesmo

Alexandre Lancaster disse...

Caramba, nunca ouvi falar dessa história, mas parece um pouco duvidoso. Mudar radicalmente a temática humorística de Chaves seria no mínimo imprudente, provavelmente a Televisa perderia muitos telespectadores e a série não teria feito tanto sucesso, como faz até hoje entre diversas pessoas.Se a ideia foi cogitada fico feliz em saber que não levaram adiante, afinal, episódios do Chaves são eternos e bons da forma como são hoje. Não acham?

Edielson AP disse...

Realmente é bem tensa essa história, Luis. Um lado de 'Chaves' que desconhecíamos.

Alexandre, por isso mesmo que a Televisa supostamente negou a nova temporada de 'Chaves'. Para não criar polêmica e perder audiência. Também fico feliz em saber que a Televisa negou isso, porque realmente iria manchar demais o seriado.

Obrigado por seus comentários. Sempre que puder estarei trazendo novidades ao Blog. Visitem sempre, caros leitores. =)

Anônimo disse...

Duvido muito dessa história. Quem jogaria tanta caca no ventilador de um seriado infantil desse modo? Parece aquelas lendas de internet como Caverna do Dragão de que os meninos estão mortos e no inferno, o Mestre dos Magos é o demônio, aquele maldito Uni...enfim etc. etc. etc. Daqui a pouco vão transformar a Branca de Neve numa noiva cadáver...
Ass. Fernando

Edielson AP disse...

Olá Fernando, bem eu não posso dizer "ah, isso foi totalmente verdade! o.o" Mas posso te afirmar uma coisa: Eu não duvido mais de nada, Fernando. Desde que uma empresa como a Disney introduz mensagens subliminares de cunho sexual e muitas vezes satânico em seus desenhos, que todos sabemos que são direcionados as crianças (e isso é real), acho que mudar o roteiro de Chaves pra uma coisa mais macabra talvez fosse até possível. Contudo, isso é uma Creepypasta, então é aquela coisa: O leitor tira suas próprias conclusões.
Obrigado pelo seu comentário, Fernando! Muito bom quando o leitor interage com a matéria.

douglasezk disse...

Acho que isso não passa de conversa fiada. Em toda a carreira de Roberto Bolanhos ele nunca criou algum programa ou série do tipo.Então porque arriscar em um programa com sucesso mundial? Alem do mais o próprio Carlos Villagran disse em entrevista que a briga aconteceu porque ele "Quico" estava ganhando mais popularidade que o Chaves. Com certeza Roberto Bolanhos, sendo dono da emissora, não queria que o personagem título do programa interpretado por ele perdesse espaço para o Quico, que é personagem de autoria de Villagan.
Na minha opinião foi puro ciume.

Allan Machado disse...

Não acredito mesmo, de forma nenhuma. Roberto Bolanos diz, até hoje, que se Chaves faz sucesso há 40 anos é por causa de sua temática inocente, sem maldade. Eu duvido que ele colocaria em risco um produto que gerou tanta audiência e dinheiro para o bolso dele. Se a história fosse ele criando outros personagens, até mesmo parecidos, eu até podia acreditar, mas mudando o direcionamento do Chaves eu duvido demais!
abs

Anônimo disse...

Cara, fala sério, não é verdade pq não faz sentido, é tudo idiota como qualquer outra creepy pasta, os acontecimentos não tem coerência, simplesmente, seria um lixo por ser uma bosta mesmo, só idiota mesmo pra acreditar nessas coisas

Kapoi disse...

meu deus...que coisa bizarra...sou fã de chaves,mais dessa vez essa historia de deixou aterrorisada.

Anônimo disse...

Eu acho q pode até ser verdade, pq ha esses episodios q realmente revelam o espirito d terror do Chespirito, como os inseptos com gasolina, o episodio dos espiritos zombeteiros, etc...eu n sei, mas isso me deixou aterrorizado!

Anônimo disse...

Não tem nenhum sentido. Se Bolanos quisesse fazer um episódio de terror, teria o Chapolin, que teve vários episódios de terror leve como a casa mal assombrada, os piratas e o homem das neves. Chaves é e sempre foi infantil.
Isso de "implicar em episódios futuros" entrega tbm. Continuidade é um conceito inexistente nas séries de TV antes de 1990. O conceito de temporadas, foi introduzido com a série animada Batman. Antes disso, qualquer série, inclusive séries de ação com atores, jamais faziam referencias a episódios de temporadas passadas. Cada episódio era fechado em si. Notem que a partir do Restaurante da Dona Florinda, Quico jamais é mencionado, nem a vila. É como um reboot.
O motivo da saída de Quico é totalmente conhecido - Ele e Bolanos já não se entendiam muito bem desde que Bolanos passou a namorar a Dona Florinda, que antes era namorada de Vilagran. Quando o personagem Quico começou a fazer mais sucesso, a fama subiu a cabeça e ele quis ter sua série solo, sem perceber que Chaves é uma equação - sem um dos elementos, a série perde a graça. Muitas 'escadas', termo usado pro comediante que dá a deixa ao outro na piada, sofrem dessa ilusão de sucesso. Chiquinha teve o mesmo problema.

Anônimo disse...

Eu já vi esse episodio passando na TV uma vez,só que depois desse dia,não vi mais,bom foi bom não colocarem mais ele,por que é assustador ...

Anônimo disse...

Acredito que o chaves sempre foi infantil.

chicao el matador disse...

pior de tudo é o cara falar que viu passar na tv esse episódio kkkkk vai ser mentiroso assim na china

Anônimo disse...

Chaves nunca foi um programa infantil, programa infantil são aqueles educativos que ensinam a ler, escrever, contar... Tipo vila Sésamo.

Acho que o Chaves não deveria ser classificado como livre, pois durante os episódios ele dizem muitas palavras de forma errada fora que tem bastante cena de violência que crianças pequenas podem imitar. Fora que nos diálogos têm piadas que são bem difíceis para as crianças entenderem...

Dos programas do Chespirito o Chapolin é o mais infantil.

Anônimo disse...

estranhei a parte do ''pentagram vermelho'' no pátio!



Satãnismo?

D4RK SORC3R3R disse...

saaaaaaaaaaaaaaaai demoin!

Anônimo disse...

Na epoca, Chespirito tinha feito esta sere para entreter durante o espaço entre as programações q tinham na epoca ,mais , na epoca ele não tinha feito o programa para o publico infantil e sim pra entreter adultos ,como no epsodio em q eles fingem q quico foi atropelado ,neste epsodio eles colocam catchup para fazer de conta q é sangue mais no epsodio escrito por bolaños ,chiquinha colocaria esmalte no olho de quico para fingir q era sangue no olho dele ,mais , eu não lembro se foi a filha de bolaños ou ate mesmo a televisa que falo para ele mudar umas coisas deste roteiro pelo fato do chaves passar em horario nobre e crianças poderiam ver e querer imitar o q eles faziam , e verdadeiramente hoje em dia se ve mesmo crianças imitando sendo em piadas ou mesmo em ações .Então eu por esse motivo não duvido nada, mas eu tinha ouvido falar q a briga deles dois foi pelo fato de carlos v. ter sido casado com florinda mesa (Dona Florinda) e depois do divorcio chespirito ter se declarado para ela e se casarem. Blz?

Anônimo disse...

Isso é muito sinistro msmo... Quem diria..

Andréia L.R. disse...

isso foi muito estranho!
Parabéns ao blog Estranho Universo

Anônimo disse...

Cara na boa...qnd as pessoas vao parar de acreditar nessas besteiras da net heim?uhauhauha impressionante que nao se dao ao trabalho nem de pesquisar sobre kkkkk N existe nenhuma fonte sobre isso , é pura MENTIRA.....impressionante como acreditam em tudo

Gabrielzero disse...

apesar de ser muito assutador a creepy,quem ve a cartoon network hoje ve que a televisa nao iria fazer nenhuma continuação com os fatos. Eles iriam tornar o episodio mais infantil possivel,mas as hipoteses de episodios paranormais realmente existem

Anônimo disse...

LOL!!!!!Mas serio agora...o episódio
da bruxa do 71 de quando as crianças
entram dentro da casa e começa a ter
alucinações não é tão terro assim...
:D!Ele é engraçadinho!Só isso!Agora
desse aí que tão falando é estranho...rsssssss...

Anônimo disse...

LOL!!!!!Mas serio agora...o episódio
da bruxa do 71 de quando as crianças
entram dentro da casa e começa a ter
alucinações não é tão terro assim...
:D!Ele é engraçadinho!Só isso!Agora
desse aí que tão falando é estranho...rsssssss...

Estela Miranda disse...

Olha eu acho até bem possivel, nos varios episódios de Chaves ja observei varias mensagens subliminares. Pq o nome do gato de dona Clotilde é justamente satanás ein??? E sem contar que teve um episódio deles entrando na casa dela e apareceu ela na frente de um caldeirão e um pentagrama.O programa do Chaves nunca foi infantil, ensina a mentir,a não querer estudar,vilência contra o proximo,em fim se for analisar tem muito mais.Não deixo meu filho assistir este tipo de programa,td vez que ele tenta eu tiro.

Anônimo disse...

Acho que tem uma certa mentira nesta história ai . O quico recebeu uma proposta melhor de uma emissora da venezuela na epoca e saiu. O quico tinha um romance com a atriz que faz a dona florinda , e chaves como era o dono do seriado proibiu namoro entre os participantes , quando o quico saiu chaves ganhou ela , gerando assim um certo ressentimento entre ambos por longo tempo .

Anônimo disse...

Isso e mentira meu avo trabalhava na televisa no Mexico desde a decada de 80 e nunca ouviu ou viu esta coisa. se vc quiser ser escritor, come¢e a escrever coisas que sao verdadeiras neste mundo. Olha quantas pessoas vc enganou. Lembre-se tudo que plantamos colhemos mais tarde!!!

Anônimo disse...

Eu vi o epsodio inteiro e existiu sim desse jeito tirando o pentagrama que foi um exageiro, mas logo apos a entrada do suposto fantasma que nao deixava nenhuma gosma no chão a chiquinha corre pra dentro de casa obs ela nao sorriu ficou assustada dai o fantasma se dirige para casa do kiko e bate a porta dai dona florinda atende dai mostra o fantasma fazendo movimento de atacar dai ela grita nessa hora o corta para o kiko acordando e sua mae esta do seu lado de joelhos quando ele acorda estao quase todos em volta dele e sua mae se levanta mais aliviada e vai bater no seu madruga pensando q era culpa dele como sempre dai kiko da um grito que nao era pra ela fazer isso e da uma lição falando que a violencia não leva a nada, claro que foi por causa do pesadelo que teve, mas mesmo assim a televisa achou que era um epsodio muito obscuro para por no ar mas existe em fitss velhas que o sbt nao comprou e tem no mexico.

Anônimo disse...

Jesussssss

Anônimo disse...

Parece ate mentira mais e verdade pq ele fez isso hein estranhoooooooo

Anônimo disse...

;) to querendo ver esse episodioooo gente como eu achooooo?

Lari silva disse...

como diria o poderoso castiga (do pânico) diria: "Saaaaii Demoôniio"

Markin disse...

Um colega meu chegou assistir este episódio no youtube. Mas quando foi copiar, havia sido retirado pela google.

Parece que havia apenas 2 cópias.

Não estava dublado, mas ele assistiu tudo, e realmente o que ele me contou é o que está descrito neste tópico, com pentagrama e tudo.

Se pararmos para pensar, a realidade da série foge do sulrealismo para a miséria das famílhas.
Seu madruga é viúvo e sem ninguém.
Dona Florinda é viúva e vive de fornicações com o professor girafales, do qual nada se sabe sobre ele, além do que é um educador fumante de charuto. (Fornicário porque não creio que eles ficam lá dentro só se olhando enquanto ele toma café e fuma charuto, enquanto ela fica olhando para ele e suspirando).

Senhorita clotilde nunca foi casada apesar da idade, e tem um cão, que ás vezes é um gato que se chama satanás.

Sr. Barriga tem filho, mas também não se sabe nada sobre sua esposa.

Isso é argumento para um seriado infantil?
Segundo a próprio site de fãs do chespirito, Roberto Bolanos queria fazer um último episódio em que o Chaves morria atropelado. Porém, foi desencorajado pelos filhos, pois acreditam que a ideia não seria bem aceita pelo público.

Eu gostava de assistir chaves. Já vi os mesmos episódios não sei quantas vezes.

Mas depois de tudo que ví, realmente sei que houve algo muito esquisito com a produção desta série.

Você pode duvidar desta história toda se quiser, mas não por crer que alguém como Bolanos seria ecentrico de alterar a série.

As pessoas fazem coisas estranhas, por motivos estranhos. e Carlos Vilagran, em uma entrevista para o pânico na tv disse a seguinte frase: "Roberto acha que é Deus"

Quem quiser, pode assistir no youtube esta entrevista dele, ou continuar crendo em um escritor tão ingênuo quanto seu personagem.

Abraços!

Anônimo disse...

Achei bem duvidoso... mas nao impossivel, pois ja vi tantas coisas demôniacas em desenhos, e tbm a soma dos numeros das portas da vila eh: 666 0_o