AD (728x90)

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

OVNI fotografado durante viagem!


Essa foto foi tirada com intenção de mostrar apenas a paisagem!

OVNI no Japão

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

O mistério da borracha!

Isso não é uma brincadeira, eu, Caique, fiz umas pesquisa com umas pessoas, todas elas afirmam que suas borrachas nunca acabam, quando chegam na metade, elas somem do nada!Será uma ligação com o sobrenatural?!

terça-feira, 28 de setembro de 2010

O cartucho amaldiçoado de Majora’s Mask.

Reza a lenda que um sujeito comprou na mão de um velho muito estranho e de aparência assustadora, um cartucho do game Legend of Zelda: Majora’s Mask para Nintendo64.

Já em casa com o cartucho, o jovem foi para seu quarto jogar o game e percebeu que havia um savegame com o nome de “BEN”. Não dando muita importância para o savegame, ele o deletou, e foi ai que coisas estranhas começaram a acontecer dentro do próprio game.

Seria apenas mais uma historia para amedrontar criancinhas fanáticas em games se não houvesse um pequeno detalhe… existem vídeos que comprovam tal lenda urbana.

http://www.youtube.com/watch?v=X6D2XCJUJHY&feature=player_embedded

http://www.youtube.com/watch?v=iGOJmdxdjeA&feature=player_embedded

http://www.youtube.com/watch?v=K48QdVhCBfQ&feature=player_embedded

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Fóssil de Dragão encontrado na China


Esta em exibição no Xinwei Ancient Life Fossils Museum em Anshun, Guizhou o que seria um fossil de um dragão, encontrado na China.
De acordo com o artigo, o fossil foi encontrado em Guanling County, Anshun City, no ano 1996. Seu comprimento é de 7.6 metros e seu formato é muito parecido com um dragão

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Video do Estranho Universo no Youtube!

Fala galera do Estranho Universo,fiquei meio sumido devido a problemas em meu computador.
Durante uma conversa no MSN,o Caique que também é adimin do blog me mandou este vídeo,um fã criou um video divulgando o Estranho universo!
Foi o usuário HabboNado95 - http://www.youtube.com/user/HabboNado95

Abaixo você confere o vídeo...



Aproveitando o post,venho pedindo faz tempo para que nossos fãs divulgassem o nosso blog,seja por e-mail,por orkut,por MSN a até por plaquinha na rua...
Divulgando o Estranho Universo,você contribui para que o blog cresça e para que façamos mais matérias legais.
Eu preparei para 2011 muitas novidades,que vai desde vídeos de autoria própria até a um podcast.

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Cientologia

A cientologia é um sistema de crenças fundado em 1952 pelo autor de ficção cientifica L. Ron Hubbard (1911-1986, nascido em Tilden, Nebraska). A cientologia foi oficializada em 1954. Esta religião baseia-se nos livros de Hubbard Dianética: A Moderna Ciência da Saúde (1950), Dianética: A Evolução da Ciência e Ciência da Sobrevivência. Hubbard considerava a Dianética como uma subdisciplina da Cientologia. Até morrer, em 1986, Hubbard publicou centenas de livros sobre cientologia e apenas alguns sobre Dianética. A doutrina tem influências de outras religiões, como o hinduísmo e o budismo, e de ciências humanas, como a psicologia.

Mito da Criação

Segundo a Cientologia há 75 milhões de anos; vários planetas se reuniram numa "confederação das galáxias", governada por um líder maléfico chamado Xenu. Como os planetas estavam com problemas de superpopulação, Xenu mandou bilhões de seus habitantes para Terra, em espaçonaves parecidas com os Douglas DC-8, onde foram jogados dentro de vulcões (razão pela qual o livro dianética possui um vulcão na capa) e mortos com bombas de hidrogênio. Seus espíritos que foram recapturados e reunidos em cachos (como uvas, ou talvez bananas) - chamados de "thetans" (em português, "tetões") - são os seres humanos

Dogmas

Os dogmas centrais da seita são baseados na crença de que uma pessoa é um ser espiritual imortal (referido como "thetan" ou "tetão"), dotado de mente e corpo, ambos basicamente bons, que buscam a sobrevivência. A Cientologia assegura que a sobrevivência do homem depende de si mesmo, de outras pessoas e da sua interação com a comunidade cósmica. Uma pessoa tem as suas limitações autodidatas, e seus atos nocivos podem ser atribuídos em parte a uma porção inconsciente da sua mente, chamada "mente reativa" ou "barreira". Esta porção da mente, acredita-se, é utilizada para guardar eventos passados guardados no inconsciente, traumas físicos e emocionais, os quais podem ser reativados por ocasião de estresses. A porção consciente da mente humana é referida como "mente analítica".
A prática principal da cientologia e da dianética é uma atividade conhecida como "audição" ou "auditoria" (do inglês auditing), que procura levar um adepto a um estado de clareza, numa libertação das influências da mente reativa. A prática é executada por um conselheiro chamado "ouvidor", que dirige uma série de perguntas ao interessado para entender e gravar as suas responsabilidades e conhecimentos adquiridos. O objetivo é capacitar o interessado a restabelecer o controle volitivo e de percepção do material previamente guardados na sua mente reativa.
A forma inicial do processo dianético, ainda praticado hoje, envolve um cenário reminiscente da psicanálise freudiana, com o analisado deitado, recostado num sofá e num estado reflectivo chamado "devaneio dianético" enquanto o analista, sentado próximo numa cadeira toma notas, propondo perguntas e respostas sobre as declarações do analisado e um número "indicativo" fisiológico.
Algumas formas avançadas de auditoria empregam um dispositivo chamado eletropsicômetro de Hubbard ("E-Meter"). Esse dispositivo mede as trocas na resistência elétrica da pele do analisado, fazendo passar 1/2 volt através de um par de tubos, de chapa de zinco, cheios de uma solução química, apoiados na pele para medir as ondas e gravá-las, enquanto se ouve o analisado. Estas trocas pequenas na resistência elétrica, conhecida como resposta galvânica, são similares àquelas obtidas pelo polígrafo. Máquinas análogas são aceites por adeptos da igreja por serem mais seguras e sensíveis ao estado mental do analisado do que o fisiológico "Indica" da recente dianética.
Estas práticas da Cientologia são custosas, podendo variar de US$ 750,00 a US$ 8.000,00.[1]
Outras atividades das igrejas da cientologia são cultos aos domingos, aulas formais, batismos, casamentos e cerimônias religiosas. Também procuram e visitam um número básico de comunidades para atividades caritativas, como fornecimento de comida, combate ao uso de drogas e ao analfabetismo.

Relação com outras religiões

A Cientologia alega que desde o início teve as suas crenças e práticas compatíveis com outras religiões. Alega também gozar de boas relações e reconhecimento com os cristãos, budistas e outras, por décadas, antes de ser formalmente reconhecida e isenta de taxas como organização religiosa e de caridade pelo governo dos EUA, em 1993, após uma longa batalha legal. Supostamente foi reconhecida, em 1994, pelo conselho dos budistas xinto (Yu-itsu-shinto) com sede no Japão, não só estendendo o reconhecimento oficial da cientologia, mas tomando a si a tarefa de treinar inúmeros monges nas crenças e práticas adjuntas às meditações e orações. No entanto esta afirmação (como muitas das anteriores) tem credibilidade duvidosa e não foi confirmada até o momento por fontes externas à cientologia. Seria supostamente uma ocorrência da tradição de algumas religiões orientais de assimilação ou adoção de elementos de outras crenças que se não contradigam diretamente com os seus princípios. Alega-se que isto ocorreria devido à reflexão do fato de Hubbard reconhecer a força oriental e especificamente a influencia Budista na formação da sua própria filosofia.

Escândalos e Polémicas

Críticos da cientologia apontam para a falta de base científica para o E-meter e outras práticas. Em resposta contraditória, a igreja clama que a cientologia é uma religião e não ciência não dando suporte a pesquisas científicas e diz que da mesma forma que o polígrafo usa a condutividade elétrica da pele para indicar se estão sendo agradáveis as questões e respostas, pode ser um instrumento que mede respostas galvânicas. Também nos serviços gratuitos aos domingos, em leituras e semelhantes, membros são convidados para dar aulas, exercícios, sessões de conselhos, média de doações fixas sem obrigações, em alguns casos de milhares de dólares. Geralmente as altas expectativas de doações são para as mais avançadas atividades de iniciação. Críticos dizem que é impróprio fixar doações para serviços religiosos e portanto a atividade não é religiosa. A igreja diz que quase todas as classes de exercícios e aconselhamentos podem também ser comercializados de forma agradável ou executados cooperativamente por estudantes, sem custos, e que os membros mais devotados de uma ordem eclesiástica necessitam de donativos, não para serviços e sim de fato para suporte de toda a igreja. Outras práticas tais como dispensar a fixação de donativos pela Igreja católica ou fixação de dízimos com outras denominações são levantadas como evidência de uma antiquada tradição religiosa de fixar donativos. Em muitos países, como a Alemanha estes donativos tornaram-se obrigatórios por ação do governo, como um imposto.
Críticos frequentemente atacam a organização chamada de "Igreja da Cientologia", acusando-a de "lavagem cerebral" e outras táticas para influenciar membros para doar grandes quantidades de dinheiro em cultos práticos padronizados. Membros negam que este seja o caso e inúmeros líderes da comunidade psicológica publicaram trabalhos defendendo fortemente a validade da "lavagem cerebral" afirmado pelos relatos chamando-os de "cultos".
Enquanto os rumores de que Hubbard apostara com Robert A. Heinlein que ele iria criar uma religião seja certamente falso, [carece de fontes?] outros reivindicam que tinham conhecimento que durante 1949 Hubbard passou para outras pessoas as intruções que iniciariam um bom caminho para ganhar dinheiro. Escritor e editor Lloid Arthur Eshbach, por exemplo, refere-se a Hubbard dizendo "Vou criar uma religião. É o que dá dinheiro". O escritor Theodore Sturgeon refere que Hubbard fez similar afirmação na Sociedade de Ciência da Fantasia de Los Angeles. A Igreja de Cientologia negava estas declarações e suplicara ao editor para negá-las. Membros diziam que a verdade ou a falsidade de tais alegações eram irrelevantes e asseguravam que na igreja encontrariam suas necessidades espirituais.
Do ponto de vista da censura dizia-se que a Igreja oficial procurava um seguidor ou outro para romper o contato com a família e amigos que tinham antagonismo pela sua religião (um hábito comum a muitas seitas). Em resposta a Igreja expulsava os que eram usados para policiar, chamando este ato de desconexão, tendo como alvo assegurar a paz espiritual dos seguidores em face das pessoas que os criticavam por sua filiação. A prática atual corrente da igreja aponta para isto; que se requeira aos membros que tiverem significantes confusões originadas em suas famílias e com amigos para cessar a sua participação nos serviços da igreja e não os retome até as suas diferenças com eles terminem e que fiquem só no passado.
Críticos igualmente reclamam terem percebido os segredos sobre os ensinamentos da Cientologia, afirmando que a igreja reconhece os mais sutis graus de iniciação mostrando que há ensinamentos talvez entendidos como místicos, e que servem somente para os mais esclarecidos e serenos espíritos. Por outro lado os crentes são convidados a comprar ou adquirir nas livrarias mais de 300 diferentes livros que versam sobre os ensinamentos e as práticas da igreja salvo os considerados secretos. No caso da Igreja da Cientologia vs. Fishman e Geertz o autor cientologista Steven Fishman descreve em sua defesa algumas destas propostas secretas com documentos da "Operação Thetan" atribuídos a Hubbard que descreve a crença em inteligência extraterrestre e um ser supremo intergaláctico demoníaco que oprime os espíritos livres, tal como nas táticas de ficção científica. A igreja investiu contra o caso Fishman e pediu à justiça para proibir a exibição dos documentos. A igreja também usa a lei do copyright para evitar que outras pessoa publiquem partes deste e de outros documentos.
O próprio fundador instituiu a prática de "fair game" como forma de utilizar o sistema judicial como ferramenta para assediar os seus detratores públicos forçando-os a longos, penosos e onerosos processos judiciais e apesar de continuadamente negado, vários cientologistas tem história de uso de força bruta contra seus críticos (tais organizações são chamadas de supressoras de pessoas). Elas tem usado processos judiciais contra pessoas, jornais, revistas, estúdios de televisão, serviços de provedores de internet, agencias governamentais e outras. Possuem uma quantidade recorde de testemunhos, por exemplo, um documento policial emitido em 1967 contra uma organização de jogos (se bem que tenha sido revogado posteriormente) o qual é lançado contra seus críticos e diz: "Devem ser enganados, processados, fraudados ou destruídos." A Igreja é uma das poucas organizações convictas de uso da fraude e do pleno uso frívolo dos processos judiciais com o fim de causar perturbação. A Fundação Fronteira Eletrônica mantém em [2] documentos que relatam todos os esforços dispendidos pela igreja para interferir online com seus críticos. A organização explica que esta é a única forma que a igreja tem para sobreviver num ambiente tão hostil. Em épocas recentes, por exemplo, os Mórmons pegaram em armas e organizaram milícias para se defender dos que eram hostis a sua fé. A cientologia, vem demonstrando que prefere os meios cíveis em lugar das armas.
Alguns inimigos jurados da cientologia acusam a organização de manter uma operação "pasta negra" contra seus oponentes. Certamente gostariam de ver a igreja não sair em socorro de si própria, como ocorreu em 1970, quando um agente da igreja foi apanhado furtando documentos da cientologia nos arquivos da inteligência IRS. Depois deste episódio, ministros da igreja de Los Angeles, Califórnia e Washington D.C. foram descobertos e denunciados antes que acontecesse uma invasão de agentes do FBI. Onze componentes da equipe, alguns de alto posto se declararam culpados ou foram condenados pela alta corte baseadas nas evidencias colhidas pelo FBI e receberam sentenças de 2 a 6 anos (algumas suspensas). Há desacordo nas altas esferas da igreja devido as ações secretas para divertimento. Sabe-se que o ramo dos "brincalhões" "subiu nos sapatos" para o evento, "tirando os intestinos" da equipe e dúzias de pessoas foram expulsas ou sujeitas a pequenas sanções. A Igreja afirma que uma vez reorganizada, não irá permitir a formação de ramos com similar autonomia como os primeiros "brincalhões."
Cientologistas têm sido acusados por muitos anos de se manter lidando em seu ambiente de uma forma paranóide, reclamando de conspiração do governo, estabelecimentos médicos e psiquiátricos contra sua sobrevivência. Em 1993, ao mesmo tempo que havia o reconhecimento oficial da cientologia como Igreja, o Serviço da Receita Federal dos Estados Unidos fazia circular pela imprensa e governos estrangeiros documentos com literatura explicativa. Reconhecem que uma violação da sua autoridade foi mais ou menos coordenada numa campanha que remonta próximo de 1993 e o IRS, FBI e agências governamentais haviam apresentado uma grande quantidade de informações sobre a cientologia, para agências de inteligência estrangeiras.
Críticos reclamam que o acordo para o reconhecimento da igreja e a objeção contra ela havia sido exortada pelo IRS, que nega sem rodeios esta acusação.
Em alguns países, especialmente na Europa, governos e ou côrtes concordam com os críticos acerca dos efeitos negativos da cientologia. Em muito poucos casos a organização é banida; mas frequentemente é uma obstrução de pouco alcance, tais como o não reconhecimento como organização religiosa ou graus de dificuldades para a cientologia receber observadores em sua reuniões.
Exemplos de casos:
Na Grécia:

A Justiça ordenou a dissolução da secção grega de Scientology situada na Grécia e que tem o nome de "Kephe". A decisão foi tomada depois de um processo que terminou em 7 outubro de 2006.
Na Alemanha:

Em 1995, a Corte Federal do Trabalho (Bundesarbeitsgericht) determinou que a Cientologia "não é uma religião nem uma ideologia.".[3]
Em França:

Em 2009, a Igreja da Cientologia em França foi condenada pelo crime organizado de fraude, mas a decisão não impediu a Igreja de exercer a sua actividade no país, desde que essas não envolvessem a prática de ilegalidades.[4][5]
Em Outubro de 2009, o cineasta Paul Haggies abandonou a Cientologia depois de a religião ter proibido a união entre homossexuais.[6]

Cientologistas famosos


Anne Archer, atriz
Chick Corea, músico
Beck, músico
Billy Sheehan, músico
Giovanni Ribisi, ator
Isaac Hayes, ator e cantor
Jason Lee, ator
Jennifer Lopez,atriz e cantora
Jenna Elfman, atriz
John Travolta, ator
Juliette Lewis, atriz e musicista.
Karen Black, atriz
Katie Holmes, atriz
Kelly Preston, atriz
Kirstie Alley, atriz
Lisa Marie Presley, atriz
Priscilla Presley, atriz
Sonny Bono, músico, político
Tom Cruise, ator

CRÉDITOS - Thiago cardoso via e-mail

luzes estranhas que eu fotografei nas ferias




Era em janeiro não lembro bem o dia , tava passando as férias na casa do meu tio em Sombrio um munícipio na região litoranea de Santa Catarina, um dia eu perdi o sono e fui até a sacada do apartamento e vi que no céu tinha duas luzes verdes que se movimentava pra baixo e para cima eu corri até o quarto peguei a câmera fotografica e tirei a foto, depois que eu tirei as luzes só subiram e sumiram,agora as fotos

foto ampliada






TOP 5: Filmes GORE!

Pra quem não sabe, filmes gore são filmes que tem um uso absurdo de sangue!Aqueles que são ultra violentos mesmo!

5 – A Volta dos Mortos-Vivos (The Return of the Living Dead – EUA – 1985)

Do que se trata: Filmes de zumbis detonam. Desde que George Romero rodou A Noite dos Mortos-Vivos em 1968, inventando o gênero, muitos tentaram copiá-lo e poucos conseguiram o mesmo sucesso. Dan O’Bannon, o roteirista de Alien – O 8º Passageiro, encontrou um outro jeito de seguir os passos do mestre Romero, o humor.

Alguns paspalhos de um armazém de suprimentos médicos liberam por acidente um gás no ar, que reanima os mortos em uma cidadezinha. Despertos, os zumbis partem numa busca incessante para matar sua fome com... sim, isso mesmo... Miolos! (por sinal, uma das palavras de ordem aqui na redação do DELFOS).

Este é o filme clássico onde os mortos-vivos andam por aí falando “miolos, miolos”, como um bando de retardados (mas isso apenas na dublagem em português. Em inglês eles falam “brains, brains” como um bando de retardados). Trata-se de uma divertida homenagem à, até a época, trilogia dos mortos de George Romero (agora uma quadrilogia, com o recente e tremendão Terra dos Mortos).

O que esperar: Muitos corpos em decomposição andando por aí, mordidas de arrancar pedaço e, óbvio, muitos miolos à mostra.

Nível de nojeira: Baixo. Como se trata de uma comédia de terror, é tudo tão exagerado que dá para assistir numa boa.

4 – Evil Dead II (idem – EUA – 1987) – Nota: Esta série também é conhecida aqui no Brasil como Uma Noite Alucinante

Do que se trata: Sam Raimi ficou famoso ao dirigir os filmes do Homem-Aranha, mas o que talvez os mais jovens não saibam é que ele já tinha, há tempos, a admiração dos fãs de filmes de horror por conta de sua série Evil Dead, do qual este segundo filme é, sem dúvida, o melhor e mais gore.

Num misto de refilmagem e reimaginação do primeiro filme de 1981, o incomparável Ash (Bruce Campbell) leva sua namorada para uma sinistra cabana na floresta. O que era para ser um fim de semana romântico vira pesadelo quando eles encontram um livro escrito com sangue e encadernado com carne humana e um gravador. Contrariando todas as regras que qualquer pessoa que já assistiu a filmes de terror sabe, eles ligam o gravador, que recita passagens do livro, conjurando espíritos demoníacos que possuem (literalmente) a namoradinha do rapaz e outros incautos que chegam ao local. Cabe a nosso protagonista tremendão limpar a bagunça, matando os possuídos e tentando sobreviver até o amanhecer.

O que esperar: Esquartejamentos, sangue jorrando da paredes, um olho que salta de seu devido lugar para dentro da boca de uma garota, culminando no momento máximo, quando Ash tem uma das brigas mais divertidas do cinema, contra sua própria mão possuída, que acaba decepada por uma serra elétrica. Yeah!

Nível de nojeira: Moderado. Este filme também tem muitos elementos de comédia, inclusive em estilo pastelão, mas o nível de horror não é para qualquer um.

3 – Hellraiser – Renascido do Inferno (Hellraiser – Reino Unido – 1987)

Do que se trata: Stephen King é conhecido como o mestre da literatura de horror, mas esse título deveria pertencer ao inglês Clive Barker. Seus livros são bem mais explícitos e insanos do que os de King. Assim, quando Clive Barker resolveu assumir a direção da adaptação de seu livro The Hellbound Heart para o cinema, qualquer um que já lera uma de suas obras já sabia muito bem o que esperar. Isso aí, Hellraiser tem a cara de papai Barker impressa em cada fotograma (obviamente isto é apenas uma figura de linguagem. Você não vai ver um filme que só mostra o rosto de Clive Barker).

Frank Cotton brinca com um quebra-cabeça místico, a Configuração dos Lamentos (que mais parece um cubo mágico) e, ao resolver o enigma, abre as portas do inferno, sendo tragado para lá por demônios de visual sadomasoquista, os Cenobitas (dos quais Pinhead é o mais conhecido, virando até garoto-propaganda da série).

Algum tempo depois, o irmão do infeliz, sua mulher Julia (que teve um caso com Frank) e sua filha, mudam-se para a casa onde ele foi visto pela última vez e, ao derramar um pouco de sangue no chão do sótão, traz o tio Frank de volta. Só que ele está sem corpo. A solução é arranjar alguns sacrifícios para que ele possa voltar a ficar inteiro. Quem vai cuidar disso é Julia, a esposa infiel do irmão de Frank. Ah, mas os Cenobitas não ficam nada contentes com a escapadela do moço para o mundo dos vivos e, quando sua sobrinha decifra a Configuração dos Lamentos, encontram a oportunidade ideal para tentar trazer o fujão de volta.

O que esperar: Um sujeito sem pele que fica nesse estado quase o filme inteiro, uma maluca que beija o tal sujeito todo gosmento, muito sangue, Cenobitas (que são definidos por Clive Barker como “sadomasoquistas do inferno”) e um despedaçamento humano através de ganchos (essa só vendo pra crer).

Nível de nojeira: Alto. O filme requer estômago forte para seu alto nível de violência. Alunos de medicina, acostumados a aulas de anatomia, não vão encontrar problemas.

2 – O Enigma de Outro Mundo (The Thing – EUA – 1982)

Do que se trata: Pra começo de conversa, de um filme de John “Halloween” Carpenter, um dos diretores mais legais dos EUA. Trata-se também de uma refilmagem de um filme de 1951.

Membros de uma base de pesquisa científica no Pólo Sul encontram uma nave enterrada no gelo. Uma criatura alienígena do tipo parasita vai possuindo os pesquisadores um por um, o que só aumenta o terror e a paranóia, já que é impossível saber quem está infectado. Cabe a Kurt Russel (parceiro habitual dos filmes de Carpenter) a tarefa de liderar o grupo e exterminar a criatura e os possuídos. Uma curiosidade: vinte anos depois de seu lançamento, O Enigma de Outro Mundo recebeu uma versão game para PC, PS2 e Xbox, intitulada criativamente de The Thing.

O que esperar: Este filme está nesta lista não tanto pela quantidade de sangue e tripas apresentadas (em proporções generosas), e mais pelos efeitos especiais absolutamente nojentos e perfeitos até hoje. Quando a criatura se revela, é impossível não sentir um embrulho no estômago.

Nível de nojeira: Bem alto. Recomendo assistir a esse filme de estômago vazio.

1 – Fome Animal (Braindead/Dead Alive – Nova Zelândia – 1992)

Do que se trata: Senhores, temos um campeão! Se você acha que o ponto alto da carreira de Peter Jackson é a trilogia O Senhor dos Anéis é porque ainda não conhece esta obra que está na minha lista dos melhores filmes de todos os tempos.

Na Nova Zelândia dos anos 50, a mãe dominadora do protagonista Lionel é mordida por um macaco-rato da Sumatra (!) e vira zumbi. Ao tentar esconder a situação de sua pretendente Paquita (sim, esse é o nome da coitada) e de seu tio, ele só piora a situação, que logo foge ao controle. Preciso dizer que, em breve, a cidade estará tomada por mortos-vivos?

O que esperar: Prepare-se para o maior banho de sangue que você possivelmente verá em celulóide. Desmembramentos, empalamentos, cabeças e caixas torácicas arrancadas, um intestino zumbi (acredite!) e uma casa cheia de mortos-vivos dizimada com um cortador de grama não dão nem 10% da idéia do que você encontrará nesse festival de tripas.

Nível de nojeira: Incomparável. O campeão absoluto só deve ser assistido por admiradores do gênero, de estômago completamente vazio, e depois de uma longa preparação espiritual. Depois não diga que eu não avisei!

Mitos de Cthulhu


Mitos de Cthulhu

Cthulhu teve sua primeira refenciação no conto "O Chamado de Cthulhu" na forma de uma estatueta de argila, representando um híbrido de octópode, ser humano, e dragão Ele está ligado ao mito dos Grandes Antigos , que surgem constantemente ao longo de toda sua obra, como em Nas Montanhas da Loucura , A Sombra Fora do Tempo , Um Sussurro nas Trevas , entre outros. Segundo os Mitos, a Terra teria sido habitada, há bilhões de anos, por criaturas que aqui teriam chegado antes que nosso planeta fosse capaz de gerar ou sustentar vida por si próprio. Eles, e não , teriam criado a vida: o próprio seria uma criação deles, gerada unicamente por escárnio e servitude. Em contos posteriores, fica implícito que os Grandes Antigos seriam criadores do próprio universo, e de todos os seres nele presentes


fonte:wikipédia

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Jack, o Estripador.

Em 1888, o East End de Londres (em inglês) era um local assombroso. Casas de ópio e bordéis dividiam o espaço apertado dos quarteirões com residências. Moradores bêbados saíam dos bares direto para as rua­s onde crianças brincavam. A violência era comum e os pedidos de ajuda normalmente não eram atendidos.

As condições de vida no East End refletiam a pobreza de seus habitantes. Havia pouco acesso à água tratada e doenças como a tuberculose e a difteria se espalhavam facilmente. Algumas mulheres se envolviam em prostituição para complementar a renda de suas famílias. Era um lugar desolador, deprimente e, muitas vezes, ameaçador para se viver.

Isso tudo só torna mais significante que no outono daquele ano tenha sido cometida uma série de assassinatos tão brutais que se destacaram nitidamente mesmo naquele cenário sombrio, a ponto de chamarem a atenção do mundo inteiro. No distrito de Whitechapel, no East End, várias prostitutas foram assassinadas. As cenas dos crimes constituíam um palco assustador; os cadáveres brutalizados mostravam alto grau de perversão. O assassino era um colecionador que pegava órgãos das vítimas como troféus. A assinatura de uma carta recebida durante a onda de assassinatos deu um nome a esse monstro: Jack, o Estripador.
A cidade (em inglês) foi invadida pela desconfiança e pelo medo. Embora dezenas de suspeitos tenham sido pegos, a polícia não foi capaz de capturar o assassino. Comitês de justiceiros foram formados e as multidões tomaram como hábito caçar pessoas pelas ruas. E então, subitamente, os assassinatos pararam. Apesar de mais três anos de investigação, a polícia nunca descobriu a verdadeira identidade de Jack, o Estripador. O caso não resolvido foi oficialmente encerrado em 1892, mas o interesse pelos assassinatos nunca diminuiu. Uma forte cultura de criminólogos amadores, conhecidos como estripadorólogos, foi cultivada pelo persistente mistério de Jack, o Estripador.

Os detalhes sobre o caso são tão amplos e incompletos (e, em alguns casos, tão exagerados) que a identidade do assassino pode não ser descoberta jamais. Mas existem alguns fatos apavorantes sobre os assassinatos que fornecem uma visão sobre o comportamento que hoje é definido como o trabalho de um serial killer.

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Desenhos Animados Proibidos...Veja Porque

Desenhos Animados como Popeye,Pato Donald,Branca de Neve,Looney Tunes e Hanna Barbera ja serviram para fins que negam a ingenuidade natural desses personagens,como promoções de guerra,venda de cigarros.preconceito racial.apologia as drogas e ao sexo.

Durante a Segunda Guerra Mundial os personagens foram utilizados massivamente em promoções contra o nazismo,em episodios bem humorados,mas que,quando vistos por crianças poderiam gerar reações contrarias às reais intenções e até mesmo incentivar a pratica de crimes e a segregação racial.

A Disney produziu um desenho animado que retratava como ocorria o aliciamento para de novos integrantes para o exercito alemão.Cenas que foram ao ar no classico As Crianças de Hitler onde mostra como de forma um nazista desde seu nascimento a comprovação se realmente são arianos,a recusa do registro com nome judeu,e após o registro,a educação seguindo os ensinamentos do livro Mein Kampf(Escrito por Adolf Hitler).

Militares assistiram ao desenho e perceberam associações de personagens que são simbolos de pureza e bravura,dando a ideia de que todos os alemães eram criados como nazistas e favoraveis ao regime,indo contra a a realidade de uma Alemanha tambem formada por judeus que passavam por perseguição,sofrimento e tortura.

A constatação fez com que a propria Disney aprendesse as cópias do filme e as destruissem.
Esse é apenas um exemplo da propaganda antinazista promovida pelos estudios de animação.Existem historias onde os 7 anões trocam seus bens por titulos,conhecidos como bônus de guerra,incentivado a guerra armamentista.

No Filme Der Fuehrer´s face,de 1943,o Pato Donald é um soldaldo nazista desastrado.Esse Curta metragem chegou a receber o Oscar de melhor curta metragem do ano.Nem mesmo Mickey Mouse,Pluto até o Bambi foram usados nas campanhas.

Na maioria dos casos,os desenhos ridicularizavam os inimigos,tratando-se como idiotas,débis e manipulaveis.O maior alvo eram os Japoneses.

Existem Historias em que os criadores dos estudios Disney chegaram a ser convocados para desenhar insígnias de unidades e equipamentos militares.

Em Popeye-You´re A Sap,Mr.Jep,de 1942,dos estudios Fleischer foi apresentado um marinheiro Popeye que tem preconceito contra os Japoneses.A animação foi lançada durante a II Guerra Mundial e mostra uma visão negativa e estereotipada dos japoneses,com destaque para caricaturas de alemães,entre eles Adolf Hitler.

No desenho,Popeye navega no Oceano Pacifico em um barco pequeno,quando entra em atrito com japoneses que navegam em um barco maior.O grande ponto desse filme é a forma como os orientais falam e pronunciam as palavras.

Com o final de guerra muitos desses trabalhos foram recolhidos e deixaram de serem exibidos.Outros foram avaliados pelo Codigo Heys e proibidos.

O codigo de produção cinematografica não afetou apenas os filmes sobre a Guerra da Disney,ele ja era aplicado anteriormente a esse periodo,provocando a censura em curtas metragens da Betty Boop,Flinstones,Popeye entre outros.

Semelhante à censura, o código determinou uma série de regras que restringiam a exibição de conteudos nas emissoras mundiais.

A regra foi criada pela associação dos produtores de filmes dos Estados Unidos(MPAA)considerando o que poderia ser moralmente aceitavel.Sua redação foi assinada pelo lider do Partido Republicano William H.Hays.Passou a ser aplicado em 1934 e vigorou até 1967,quando foi substituido ao Sistema avaliação da idade da MPAA.

Uma das maiores vitimas do codigo foi a personagem Betty Boop,que teve varios curtas metragens proibidos devido à nudez,violencia e apologia ao consumo de drogas.

A proibição das exibições e o banimento aconteceram em um periodo onde o preconceito afetava o mercado da animação,para a comunidade desenhos animados tinham como publico unico as crianças,adultos não eram pegos prestigiando esse tipo de arte e por essa razão era necessario regrar a exibição em conteudo que integrariam a programação das emissoras.

O codigo possuia 3 principios gerais

1-Não autorizar qualquer filme que pode reduzir o nivel moral dos espectadores.Nunca conduzir o espectador a tomar uma condição para o crime,o mal ou o pecado

2-As formas de vida descritas no filme serão corretas,tendo em conta as necessidades especificas de drama e de entretenimento.

3-A lei,natural ou humana,não deve ser ridicularizada e simpatia do publico não vai para aqueles que violam

*A tecnica de assasinato deve ser apresentada de modo a não provocar imitação.Não é mostrar os detalhes de assasinatos brutais.Vingança,hoje em dia,não se justifica.Os métodos dos criminosos não devem ser apresentados de forma especifica

*O contrabando de drogas e seu uso não serão exibidos em qualquer filme.Fora a exigencia do enredo e da imagem dos personagens não pode dar origem ao álcool na vida americana

*A sacralidade da instituição do casamento e do lar sera mantida.Os filmes não vão assumir grosseiras formas de sexo comuns e as aceitar.Adulterio e comportamento sexual e ilícito de tudo,por vezes,necessario para a trama não devem ser muito precisas de demonstração ou ser justificada,ou apresentada de uma aparencia atraente.

*Cenas de paixão não devem ser feitas para a trama,a menos que eles são indispensaveis.Nenhum Beijo ou Abraço mostrados serão exibidos em devassa excessiva,com poses e gestos sugestivos.

*A blasfemia intencional e profano ou vulgar ou qualquer fim é proibida em todas as suas formas.O carater de cristo deve ser tratado com respeito.Cristo não é um assunto para a comédia

*A mostra de corpos são proibidos,o umbigo tambem.

*Os trajes dos movimentos de dança e exposições incovenientes indecentes durante a a dança são proibidos.Danças Sugerindo ações ou paixões sexuais indecentes são proibidos

Confira alguns programas que foram banidos da televisão

As Crianças de Hitler
http://www.youtube.com/watch?v=gP_sCh-HnRY&feature=player_embedded

Pato Donald Der Fuehrer´s face
http://www.youtube.com/watch?v=iumEGAUceDg&feature=player_embedded

Pato Donald Command Duck
http://www.youtube.com/watch?v=H81Nna8fo5g&feature=player_embedded

Popeye You´re a Sap ,Mr.Jap
http://www.youtube.com/watch?v=wEK45-_5y0s&feature=player_embedded

Bugs Bunny-Nazy--Negro U.S War Bonds Com
http://www.youtube.com/watch?v=KI8jKZ9HH3U&feature=player_embedded

7 Wise Dwarses
http://www.youtube.com/watch?v=huihygxdqEc&feature=player_embedded

Betty Boop-Apologia as Drogas
http://www.youtube.com/watch?v=E9Tb4TMibk0&feature=player_embedded

Betty Boop-Nudismo

http://www.youtube.com/watch?v=Doy5q6EUwT0&feature=player_embedded

Japs Bugs Bunny-Tokio Jokio
http://www.youtube.com/watch?v=3_km9IFzzHo&feature=player_embedded

Pato Donald-The spirit of 43
http://www.youtube.com/watch?v=rQsOOfU59SM&feature=player_embedded

Flinstones em Comercial de cigarros
http://www.youtube.com/watch?v=yJt2L7riSLE&feature=player_embedded

A Vaca e o Frango
http://www.youtube.com/watch?v=j5I-77R1H88&feature=player_embedded

terça-feira, 14 de setembro de 2010

Mothman

Acho que até já falei um pouquinho do Mothman aqui no blog...Mas este assunto é um dos poucos que me assustam!

OBS - PEGUEI DA WIKIPEDIA

O Mothman (Homems Mariposa, Homem Borboleta ou Homem Traça) é uma suposta criatura Sobrenatural, que segundo relatos, apareceu em Charleston e Point Pleasant, entre novembro de 1966 e dezembro de 1967. Sua aparição está associada ao acontecimento de futuros desastres. A suposta criatura é estudada e investigada pela Criptozoologia, sendo portanto um criptóide.

Relatos de aparições:

De acordo com o livro Estranhas criaturas do tempo e do espaço, de John A. Keel, A criatura Sobrenatural começou a ser vista em Ohio a partir de 1959 quando sobrevoou muito rapidamente um pátio de uma mulher de um médico. Ela disse parecer tratar-se de uma borboleta gigante e apenas se atrevou a mencionar o incidente para algumas pessoas. O som foi descrito por outras testemunhas em locais e dias diferentes como sendo emitido por um grande rato.

Após essas visões, a criatura passou a ser vista com mais frequência em Point Pleasant, onde ganhou a notoriedade que se espalhou pelo mundo, sobretudo entre os anos de 1966 e 1967. Foi descrita como sendo uma aparição de olhos fumegantes vermelhos, de um ser alado muito grande. Observações foram relatadas em Mason, Lincoln, Logan, Kanawha e Nicholas.A maior parte da população permaneceu cética, mas a histeria das testemunhas que se multiplicavam rapidamente era muito real.

Um dos casos mais notórios seu deu na tarde de 15 de novembro de 1966, ao passarem de carro por uma fábrica abandonada de TNT perto de Point Pleasant, Virgínia Oeste, dois jovens casais avistaram dois olhos enormes, de 5 cm de largura e 15 cm distantes um do outro, ligados a uma coisa que "tinha a forma de um homem, mas maior". Talvez entre 1,80 e 2,10 m de altura. E tinha asas grandes recolhidas nas costas. Os olhos eram hipnóticos, as testemunhas assentiram. Quando a coisa começou a se mover em direção à porta da fábrica, os quatro entraram em pânico e fugiram. Logo depois viram a mesma criatura, ou semelhante, na encosta de uma colina perto da estrada. Ela abriu as asas, que pareciam de morcego, levantou vôo e seguiu o carro, que àquela altura estava a 160 km/h.

Disse um dos quatro ao investigador John A. Keel que ele nem bateu as asas, ficava acompanhando-os de cima. As testemunhas disseram ao xerife interino Millard Halstead que ela emitia um ruído de um disco tocado em alta velocidade ou um gincho de camundongo. E seguiu-os pela Rodovia 62 até a divisa da cidade de Point Pleasant.

A própria polícia da cidade de Charleston, Virgínia Oeste recebeu uma chamada telefônica excitada de um certo Richard West às 10:15 da noite, na segunda, 21 de novembro. O homem insistiu que um homem alado estava sentado no telhado de sua casa. Tinha cerca de 1 metro e oitenta de altura e uma envergadura de asas de um metro e oitenta a dois metros e quarenta, relatou West excitadamente. Disse ele ainda que tinha uns grandes olhos vermelhos.

Alguns outros relatos também são coerentes com o fato de que perseguiu automóveis nas estradas e pessoas a pé.


Relações com OVNIS e supostas profecias:

Há coincidências das aparições da criatura com relatos de aparecimentos de OVNIS. Diversas pessoas em Ohio no ano de 1966 relataram terem visto discos voadores. Point Pleasant faz parte do altamente industrializado Vale do Ohio e está na beira do Bible Belt. As testemunhas foram identificadas como pessoas educadas e honestas, altamente devotas de suas convicções religiosas e não teriam motivo de mentir. No total foram descritas 26 observações documentadas com descrições do Mothman na Virgínia Oeste entre 1966 e 1967. Histórias semelhantes continuaram a ser descritas em Point Pleasant até 1969. Depois dos anos 60, o Mothman esvaneceu, voltou à penumbra da realidade. Em outubro de 1974 houve uma aparição, em Elma, Nova York.

Até o momento não existe um consenso entre os pesquisadores se os Homems Mariposa seriam uma entidade vista por videntes, uma criatura extra-terrestre, um produto da imaginação ou fantasia de alguns, ou algo não descoberto pela ciência.Os Homems Mariposa ja Apareçeram no episodio Homens Mariposa da Quinta Temporada da Famosa Serie de TV Arquivo X.A relação com a profecia de futuros desastres é algo não consensual, visto que ele não se comunicava verbalmente com as pessoas, pelo menos durante as observações. Entretanto, há relatos de visões esporádicas do ser antes de desastres, de acordo com John A. Keel, autor também do livro The Mothman Prophecies, de 1975, que inspirou um recente filme homônimo protagonizado por Richard Gere (em português A última profecia). Inclusive existem relatos que a criatura foi vista nos dias que antecederam a outros acontecimentos trágicos no mundo, incluindo um terremoto na Cidade do México em 1985, o acidente nuclear em Chernobyl, em 1986 e a queda das Torres Gêmeas em Nova York, em 2001.

Possibilidades de outras possíveis explicações

A aparição deste misterioso ser foi notícia no New York Sun, em 18 de setembro de 1877, que uma curiosa criatura, com aspecto humano, mas com asas de morcego, ou para outros de mariposa, foi visto em Nova Iorque, particularmente no Brooklyn, durante o período de 1877 a 1880.

Na Inglaterra, também no início do século, nas cercanias da região de Piccadilly Circus Station, são relatadas aparições de uma estranha criatura que se acredita seja o Homem-Mariposa. Alguns descreviam esta sinistra figura como um cavaleiro alado acompanhado de seu cão negro(o famoso black dog) de olhos vermelhos, que são visto à noite dentro dos túneis do subterrâneo de Londres. Estas estranhas aparições começaram a ser descritas, coincidentemente, logo após a demolição do famoso teatro Egyptian Hall [1], em 1903, na cidade de Londres.

A Egyptian Hall foi uma conhecida Casa do Mistério, um centro de ilusionismo da família dos mágicos Maskelyne, sendo o mais famoso Jasper, Maskelyne que para alguns é, na verdade, o nome acrônimo do agente oculto Magister MaskMelin, um mágico espião desaparecido no começo da Segunda Guerra Mundial. Mas, segundo outras versões, o Egyptian Hall depois de sua demolição, deixou vestígios de estranhas cavernas que serviram para acobertar um esconderijo de uma certa organização secreta de agentes conhecidos como Lantern's denominada The Seven Circle, que se utilizava da expansão de algumas linhas do metrô da região de Piccadilly, para ter acesso a toda a cidade de Londres através de seus túneis subterrâneos. Essas afirmações estão descritas nos relatórios do Serviço Secreto Inglês, e estão pouco a pouco sendo liberadas ao domínio público. Muitas dessas informações secretas explicam vários mistérios e lendas urbanas sobre o Mothman ou do cavaleiro alado e seu cão negro no subterrâneo de Londres.

Vários estudiosos do caso deduzem que a tal criatura com grandes asas e olhos vermelhos pode ser um Tyto alba, nome científico para uma coruja que se esconde em celeiros e só sai à noite. Mas as conclusões ainda não são definitivas e os estudos e discussões avançam.


Abaixo você confere um video e duas fotos do Mothman...






OVNIS NO BRASIL!

O Fantástico foi atrás dos documentos das Forças Armadas sobre o caso do ET de Varginha e demais casos de discos voadores ocorridos no Brasil e ocultados pelos militares e governo Brasileiro.

Reino Unido libera arquivos com relatos sobre Ovnis

O Ministério da Defesa e os Arquivos Nacionais do Reino Unido liberaram mais de 6.000 páginas de documentos que incluem relatos de aparições de Ovnis (objetos voadores não identificados) feitos entre 1994 e 2000.

Um deles inclui a aparição de Ovnis que sobrevoavam o Chelsea, clube de futebol de Londres, e a residência de um ex-ministro do Interior, Michael Howard. Os relatos dão detalhes sobre a aparência dos objetos --de vários formatos e tamanhos-- e incluem desenhos feitos por testemunhas.

Um homem disse à polícia que vomitou e adquiriu "um distúrbio de pele" depois que um estranho "tubo de luz" envolveu o seu carro no Vale de Ebbw, no País de Gales, no dia 27 de janeiro de 1977. Em outro caso, um Ovni visto por policiais de Skegness, no leste da Inglaterra, foi filmado.

A aparição foi informada à guarda costeira, que alertou embarcações no Mar do Norte. A tripulação de um barco disse que viu mais Ovnis.

Força Aérea

Os documentos também incluem uma carta de um alto funcionário do Ministério da Defesa, Ralph Noyes, em que ele diz ter visto um filme com Ovnis feito por pilotos de caça da Força Aérea Real do Reino Unido, em 1956.

Noyes alega que as imagens foram mostradas em uma sessão secreta organizada por integrantes da defesa aérea no prédio do Ministério da Defesa em 1970. E um memorando revela como o ex-primeiro-ministro britânico Winston Churchill manifestou curiosidade sobre "discos voadores" e pediu um briefing de seus ministros sobre o assunto.

Depois de um estudo realizado pelos serviços de inteligência em 1951, concluiu-se que "discos voadores" podem ter quatro causas --fenômenos meteorológicos ou astronômicos, identificação errônea de aeronaves convencionais, ilusão de ótica e delírios psicológicos ou trotes deliberados.

Especialistas afirmam que os documentos mostram como os formatos dos Ovnis mudaram nas últimas décadas, e a explicação pode estar nas representações que a cultura popular tinha desses objetos.

Vários relatos neste último lote de documentos --o quinto de um projeto de três anos para a liberação de arquivos-- descrevem as supostas naves alienígenas como grandes, pretas e de formato triangular, com luzes nas pontas. Nas décadas de 1940 e 1950, o formato predominante era de disco.

"No período coberto pelos mais recentes documentos liberados, bombardeiros americanos de formato triangular e aviões espiões Aurora apareciam muito na TV, assim como em programas como "Arquivo X' e filmes como "Independence Day', lançado em 1996, e os relatos de aparições de Ovnis são semelhantes", disse David Clarke, autor do livro The UFO Files e professor de Jornalismo da Universidade Hallam Sheffield, ao jornal britânico "The Daily Telegraph".

"É impossível provar uma ligação direta entre o que as pessoas estão lendo e vendo e o que elas dizem ser Ovnis, mas uma interpretação pode ser que os mais recentes avanços na tecnologia podem estar influenciando o que as pessoas veem no céu", concluiu.

CRéditos - Folha Online

O que são Snuff Movies?

Ná verdade,eu nunca assisti um Snuff Movies,mas condeno cegamente quem prática esta bosta...Quando eu digo que tem que torturar,tirando todas as unhas e cortando os dedos,e queimando a pessoa viva se matar e depois de todas as torturas possíveis,matar me chamam de psicopata...TO Errado!? Um cara que estupra uma Mulher,tortura e depois mata merece ficar na cadeia?

Primeiro é preciso definir o que é um Snuff movie. Um filme do tipo Snuff é aquele no qual um assassinato é cometido e gravado visando lucro! Isto é bem diferente de gravar alguém morrendo por alguma razão, e depois vender essa vídeo! No caso do Snuff, o motivo pelo qual alguem é morto, é para gravar a cena e ter lucro vendendo o vídeo..

Bom, antes de entrar no mérito dos Snuffs em si, é preciso primeiro comentar sobre mortes reais que passam em filmes..

A long time ago… in this galaxy, começaram a surgir filmes que exploravam coisas estranhas do mundo!Esses filmes ficaram conhecidos como Mundo Films. Eles exploravam qualquer coisa, desde simples topless em público (lembre-se galera, estávamos na década de 60) até pessoas comendo coisas nojentas, brigas, violência, rituais estranhos, pessoas trocando de sexo, japoneses velhinhos que pagam para vehlinhas fazerem para eles um “trabalho manual” (essa cena é do Shocking Asia) e por ai vai…


Mas estava demorando até alguém resolver explorar esse tipo de gênero, dedicando-se exclusivamente à morte. Foi quase 20 anos para alguém ter a idéia (ou pelo menos a coragem de por a idéia em pratica)…

Tudo começou com a clássica série Faces da Morte (primeiro filme de 1978)!Na verdade toda essa discussão sobre mortes reais no cinema começou com um filme que mostrava muito pouco disso!Sim senhores, FACES DA MORTE EM SUA GRANDE MAIORIA É FALSO! Fake, hoax, engana trouxa…


Se você assistir o filme com bastante atenção, irá notar vários erros, um dos quais se vê bastante nesses Reality Show atuais! É o seguinte: o filme quer demonstrar a surpresa da pessoa ao ver algo que, por exemplo, ser sorteado ou receber a visita de determinada pessoa. Aí quando vamos ter a cena, ela é gravada de dentro da residência da pessoa! Pow, mas se tem alguém dentro da casa da pessoa gravando então ela já sabe o que esperar não? Cacilda… O mesmo vale para Faces da Morte. Tem até uma cena que alguém gravou de forma amadora os policias indo atrás de um cara, mas esqueceram que no meio disso mostra uma cena de dentro da casa, enquanto ela estava fechada! Uai, mas como?! O cara estava gravando de fora da casa…

Qualquer duvida basta dar uma lida: http://www.sptimes.com/News/102600/Weekend/Lifting_the_mask_from.shtml

Mas a idéia estava dada, e se mostrou extremamente lucrativa. MUITO lucrativa. O filme gerou milhões de dólares, e custava uma merreca. Misturar cenas reais de pessoas morrendo com algumas fakes, uns animais morrendo também, e ganhar milhões de dólares! Simples e prático.

Mas tinha que ter alguém para radicalizar (tudo sempre acontece no mundo do terror) e fazer um filme 100% real! E isso não aconteceu apenas com uma produtora, mas sim com várias. Houve as series Traços da Morte, Faces of Gore, Execução (que mantinha uma característica um tanto quanto de documentário, não era apenas morte atrás de morte como os outros). Agora eu te pergunto: imagine o que daria se algum japonês doido resolvesse gravar algo nojento e fosse fazer um filme numa região pobre da Colômbia. Qual seria o resultado? Hehe, o resultado é o Orozco, O Embalsamador, que não mostra ninguém morrendo, afinal, todo mundo já estava morto. PQP!

Trailer dessa podrêra: http://www.youtube.com/watch?v=-eABS_fR1y4

Bom, cada vez mais as câmeras foram ficando mais acessíveis, cada vez mais foi ficando popular e comum ver cenas de pessoas morrendo. É obvio que a indústria de filmes “não reais” também não ficaria de fora..

Aqui devemos citar o já citado Cannibal Holocaust, o insano Snuff, a série Guinea Pig (que o Charlie Sheen, que todos devem conhecer, assistiu e chamou o FBI, pois, achou que tinha visto um filme snuff de verdade), The Brave (o cidadão se vende para um snuff),o snuff brasileiro Vítimas do prazer, entre vários outros filmes.
Nesse tempo, o mais próximo que se chegou de um snuff foi com os serial killers. Muitos os gravavam torturando suas vítimas, para depois assistir no conforto de sua própria casa! Um caso clássico é o do Canibal Alemão que gravou tudo o que fez! Começaram a notar uma maior aproximação entre esse tipo de sadismo com o prazer! E começaram a criar a idéia de que talvez filmes snuffs existissem e fizessem parte da indústria pornô. Vamos discutir isso mais tarde.

No Lnk abaixo voce confere a matéria original - http://www.quenerd.com.br/blog/filmes/snuff-movies-death-on-camera

E para saber mais sobre Snuff Movies,lembre-se do tio Google!

domingo, 12 de setembro de 2010

Fantasma em um depósito de supermercado na Ucrânia

COMUNICADO ESPECIAL

E ai leitores,tudo bem?

Venho aqui comunicar que agora os leitores do Blog poderam participar do Blog mandando através de meu e-mail e o e-mail do Caique abaixo

alexandre_valve@hotmail.com

caiquemrx@hotmail.com


Mande suas fotos,suas experiências,seus relatos e videos sobre qualquer assunto relacionado ao Blog.

Até mais e uma boa semana a todos!

Compilação de fotos assustadoras e provavelmente reais!

O HOMEM NUNCA FOI A LUA!











TV Globo e sua História

World Trade Center - A VERDADE!





A bola da Copa do IMundo

Globo e a reportagem estranha sobre a Bola da Copa

O que há por tras dos monumentos aos mortos na guerra?

Fenômeno Paranormal filmado em uma floresta!

Você sabe o que tem na sua comida??




Humanos Transgênicos



"Adam Weishaupt" Quem foi e o quais são seus objetivos.


Adam Weishaupt, fundador da ordem dos iluminados da Baviera, tinha cinco objetivos essenciais, irei resumir os mais importantes.

1 - Fim dos Governos :
Erradicar e abolir as monarquias ou outra forma de governo que não se ajustasse aos seus preceitos. Para isso, os membros da
seita, valendo-se do seu poder econômico, social e político, teriam a missão de originar os conflitos que fossem necessários.
Só havia lugar para um governo, o deles.

2 - Fim das propriedades:
O objetivo consistia em conseguir que o poder econômico residisse nos membros da irmandade e nas redes que esta gerou.
A propriedade privada e os direitos sucessórios correspondiam, portanto, a um perigo.
Os illuminati encarregariam de ocupar os postos de controle de onde seria manobrado o poder econômico.

3 - Fim do conceito de nação:
Era preciso erradicar a multiplicidade de nacionalidades. Era melhor um grande império, uma grande pátria, do que muitas difíceis de controlar.
Eliminar-se o conceito de patriotismo e nacionalismo. O objetivo era encontrar uma nova ordem mundial.

4 - Fim da família:
Os illuminati não acreditavam no matrimônio, nem no conceito cristão de família, nem nos sistemas educativos.
O objetivo era falar de famílias livres, nas quais o amor ou o desejo de união entre duas pessoas devia prevalecer sobre o vínculo sacramental marcado pela igreja.
A educação deveria ficar reservada a sistemas comunitários em que os educadores tivessem sido previamente formados por membros da Ordem illuminati.

5 - Fim das religiões:
As crenças religiosas e espirituais eram consideradas como uma forma de distração, simultaneamente um perigoso elo com o poder inimigo. Erradicar as religiões significava conseguir que apenas as idéias da sociedade secreta podiam servir de esperança e consolo na vida.

The Bilderberg Group

Grupo secreto de banqueiros internacionais, que reúne membros importantes de vários países, pessoas influentes na política e na imprensa.
Fundado em 1954 todos os anos têm reuniões secretas, não divulgadas na imprensa, planeiam guerras, estratégias, nova ordem mundial, situação económica mundial, etc.
O grupo influencia certas organizações como Banco central Europeu, Banco mundial, Nato e outras.
Bill Clinton, Tony Blair pertencem ao grupo.
De Portugal pertencem Pinto Balsemão, Jorge Sampaio, Santana Lopes, Durão Barroso, José Sócrates. (E talvez mais).
A última reunião em Portugal foi em 1999, em Sintra.
O grupo coexiste com outras formações poderosas e de composição complexa, como o G-8 ou o FMI.
O último encontro teria sido em Itália, Junho de 2004, Por “coincidência” Durão Barroso esteve em Itália, “foi ver o Papa”, e certamente participou do encontro.

Página de um jornal Alemão sobre uma conferência Bilderberg

Cabeçalho NOVO!

E ai leitores do Estranho Universo!,como vão vocês?
Estou aqui inaugurando uma nova era do Blog!,começaremos a mudar pelo visual e depois pelas matérias especiais....
Nosso cabeçalho foi feito pelo membro (ړײ)λđΞłiѲ da comunidade do Estranho Universo no Orkut.

Esperem pelas mudanças e uma boa semana a todos!

Bandas Satanicas.

Desde suas raízes o rock sempre foi associado de uma forma ou de outra ao ocultismo. Mesmo quando não associado diretamente a adoração ao demônio o rock tem sido frequentemente acusado de incitar a rebeldia e despertar sentimentos violentos nos jovens. O objetivo desta página não é acusar o rock nem de maneira alguma denegrir a imagem das bandas aqui citadas. Interpreto os casos e temas aqui citados, mesmo que pareçam negativos, apenas como mais uma das facetas curiosas do rock. O assunto desta página não é satanismo e não pense encontrar aqui nada além de meras curiosidades. As fontes de parte do material aqui contido são livros evangélicos norte-americanos de acusação ao rock, portanto espere encontrar, no meio do material, muitas bobagens e boatos que são citados apenas como curiosidade. Na maioria dos casos, quando se afirma algo como "ao girar um disco do Led Zeppelin ao inverso se ouvem mensagens satânicas" a interpretação correta deve ser "segundo alguns ao se girar um disco do Led Zeppelin ao inverso se ouvem mensagens satânicas". Para evitar repetição do termo "segundo alguns" ou coisas semelhantes os fatos são apenas citados como verdadeiros, mas em muitos casos não devem ser interpretados como tais.

Não serão muito abordados neste texto bandas declaramente satânicas ou bandas que abordam constantemente o tema. O assunto aqui é ocultismo, satanismo, religião, etc de bandas que não são normalmente consideradas deste tipo. Também não serão na maioria dos casos abordadas bandas obscuras.

Mais uma vez informo que o conteúdo desta página deve ser considerado apenas como curiosidades.

Os Motivos da Associação Frequente entre Rock e Satanismo

Quais seriam as razões das frequentes acusações de grupos, principalmente evangélicos, sobre a ligação entre rock e adoração ao demônio?

a) O rock de uma maneira geral prega a rebeldia contra os costumes vigentes e ataca o sistema vigente, incluindo a religião vigente. Esta anti-religião facilmente é confundida com uma religião anti-cristã.

b) O rock prega o hedonismo, o que é contrário à pregação das igrejas cristãs e frequentemente associado a satanismo. Na realidade o hedonismo, o gozo máximo dos prazeres terrenos (drogas, sexo) é realmente um dos princípios da maior parte das seitas satanistas.

c) O rock prega o individualismo, a vontade própria acima da vontade da maioria. Este é um outro ponto fundamental das seitas satanistas, sendo inclusive o resumo do pensamento do "satanista" inglês Aleister Crowley: "Faz o que tu queres, há de ser tudo da lei". Isso será melhor abordado adiante.

Devido fundamentalmente a estas três características o rock foi a início taxado de demoníaco. Com as acusações já existentes algumas bandas resolveram levar a polêmica adiante, propositalmente ou não. O maior motivo das acusações de satanismo nas duas últimas décadas se deve ao fato de muitos rock-stars terem adotado abertamente uma atitude (ou ao menos uma aparência) demoníaca, (como Kiss, Ozzy Osbourne, Alice Cooper, Wasp, etc) enquanto outros abordam com certa frequência o tema do oculto (Rolling Stones, Iron Maiden, Black Sabbath, AC/DC, etc). Este interesse em parecer demoníaco ou abordar temas demoníacos pode ser explicado facilmente por qualquer uma das seguintes alternativas:

a) Arte. Uma música que aborda o tema satanismo pode ser considerada apenas uma expressão artística sobre o tema, assim como um bom livro ou filme de terror.

b) Rebeldia. A abordagem de temas "proibidos" pode ser apenas mais uma maneira de chocar a sociedade conservadora. Além do mais o ser humano tem uma tendência a apreciar o que é proibido pela maioria.

c) Interesse pelo oculto, o que não implica obrigatoriamente em satanismo. O tema do oculto pode ser abordado apenas pelo fato de despertar interesse e não por despertar credos religiosos.

Algumas Bandas e Artistas Acusados de Satanismo

Robert Johnson - Artista de blues da década de 30 que influenciou direta ou indiretamente todo o cenário do rock. Robert Johnson dizia ter feito um pacto com o demônio em troca de sua musicalidade e do sucesso, tendo abordado este tema em suas músicas. O filme Crossroads (A Encruzilhada, com Ralph Machio, o garoto de Karate Kid) aborda superficialmente a história de Robert Johnson, que morreu envenenado por um marido traído.

Rolling Stones - A primeira banda a abordar o tema satanismo em suas letras com a música Simpathy For The Devil (Simpatia pelo Demônio) e o disco entitulado Their Satanics Majesties Request (Serviço de Sua Majestade Satânica). Além disso em diversos discos colocaram referências a satanismo ou vodoo, como nos álbuns Goats Head Soup (gravuras do encarte) e no álbum Voodo Lounge.

Beatles - Em seus últimos discos abordaram religiões orientais com frequência além de terem abusado do experimentalismo com drogas. John Lennon foi um estudioso do bruxo inglês Aleister Crowley. Crowley é uma das figuras presentes na capa do álbum Sgt Peppers.

Black Sabbath - A primeira banda a adotar abertamente uma temática e visual satânicos. O nome Black Sabbath é uma referência a encontros de feiticeiras. Seus álbuns são algumas vezes adornados com cruzes e demônios. Além disso muitas letras falam de Satan, como NIB e War Pigs.

Ozzy Osbourne - Ex-vocalista do Black Sabbath. Embora não tenha abordado profundamente em suas letras a temática satanista, desenvolveu um visual demoníaco, com maquiagem pesada e mesmo lentes de contato vermelha. A música Suicide Solution foi acusada de gerar suicidios de jovens.

Led Zeppelin - Com certeza a banda mais acusada de ter temas satanistas escondidos em suas letras gravados de tras para frente. O certo é que o guitarrista Jimmy Page foi um profundo estudioso do bruxo inglês Aleister Crowley, chegando a comprar a mansão deste. A morte do baterista John Bonhan e frequentes acidentes envolvendo os membros restantes são considerados por muitos provas definitivas do pacto feito entre a banda e o demônio.

Alice Cooper - O codinome do vocalista (e da banda) segundo ele próprio foi sugerido em uma mesa de ouija (algo semelhante ao "jogo do copo") por um espírito. O visual com maquiagem viria a ser copiado exaustivamente.

Eagles - Embora não tenham absolutamente nenhuma aparência ou temática satânica em sua letras, um ex-produtor acusou a banda de ligações com a organização conhecida como Igreja de Satan. Logo mais descobriu-se que a música Hotel California possuia mensagens satânicas gravadas ao inverso e que tratava na realidade sobre a sede da Igreja de Satan no estado da Califórnia, que havia sido anteriormente um hotel.

Doors - O vocalista Jim Morrison se casou em um ritual pagão com uma bruxa. Além disto Jim Morrison dizia trazer dentro de si o espírito de um feiticeiro índio, um "shaman".

Iron Maiden - Após terem lançado o disco The Number of The Beast (o número da besta) passaram a ser frequentemente taxados de satanistas embora raramente abordem o tema. A mascote Eddie (um simpático morto vivo) das capas dos discos é frequentemente associada a um demônio.

Kiss - Embora não costume abordar temas satânicos em suas letras o visual carregado e truques de palco do baixista Gene Simons (que se veste e se maquia como um vampiro, vomita sangue e cospe fogo) levou parte da opinião pública a taxar a banda de satanistas. O nome Kiss (beijo) chegou a ser interpretado como sigla para Kids In Sata's Service (Crianças a Serviço de Satan) ou Knights In Satan's Service (Cavaleiros a Serviço de Satan). Boatos ridículos informavam ainda que a banda fazia sacrificios de animais em seus shows embora isso nunca tenha sido presenciado.

AC/DC - Com o álbum Highway To Hell (Auto Estrada para o Inferno) e músicas como Hell's Bells (Sinos do Inferno) foi prontamente taxada de satanista. A situação piorou quando um conhecido assassino serial psicopata conhecido como "Night Stalker" (Rastejador Noturno) afirmou matar influenciado pelas letras da banda.

Mercyful Fate - banda Dinamarquesa de grande influência e cuja marca principal é o visual satânico do vocalista King Diamond (que mais tarde seguiu carreira solo). King Diamond afirmava dormir em um caixão e ser capaz de falar de trás para frente e imprensa acreditava. A banda usava (e usa) na decoração de seu palco restos humanos (ossos) reais, o que não constitui crime na Dinamarca.

Correntes "Satânicas" Que Influenciaram o Rock

Aleister Crowley

Aleister Crowley foi um filósofo Inglês do século 19, considerado por muitos um bruxo e satanista. Seu pensamento e pregação se resumiam basicamente no conteúdo da obra chamada Livro da Lei e na doutrina conhecida por Thelema (palavra grega que significa vontade) e que pode ser resumida em "Faz o que quiseres que tudo deve ser da lei. Todo homem é um indivíduo único e tem direito a viver como quiser".

Os princípios hedonistas de Crowley, com a pregação do aproveitamento dos prazeres terrenos, incluindo sexo e drogas, foram base para todas as doutrinas satanistas que se seguiram, embora Crowley não tenha de maneira clara em sua obra se declarado satanista, sendo mais apenas um anti-cristão, tendo tomado para si próprio a denominação de "Número 666".

Por ser uma figura controversa Aleister Crowley despertou muito interesse entre artista de rock.

É Aleister Crowley o sujeito da música Mr Crowley de Ozzy Osbourne.

O disco Seventh Son Of a Seventh Son do Iron Maiden possui várias citações a trechos da obra de Aleister Crowley.

Um dos mais famosos estudiosos da obra de Crowley foi Jimmy Page, Guitarrista do Led Zeppelin. Além de adquirir manuscritos e objetos pessoais de Crowley Page chegou a comprar a mansão do bruxo às margens do Lago Ness onde Crowley teoricamente faria seus rituais.

Aleister Crowley aparece entre os personagens da capa do disco Sgt Peppers Lonely Hearts Club Band dos Beatles.

No rock do Brasil a maior personalidade ligada ao pensamento de Crowley foi Raul Seixas. A música Sociedade Alternativa, entre outras, são exemplos disto. Ao final de Sociedade Alternativa Raul Seixas grita para o público: "O Número 666 chama-se Aleister Crowley. A lei de Thelema... esta é a nossa lei e a alegria do mundo. Faz o que tu queres, há de ser tudo da lei. Todo homem e toda mulher é uma estrela." Tratam-se de trechos da obra de Crowley.

H. P. Lovecraft

Howard Philips Lovecraft foi um escrito de ficção nascido em 1890 e morto em 1937. É considerado um dos pais da ficção e do terror modernos na literatura.

Lovecraft costumava fazer parecer em seus livros que os demônios e rituais citados eram reais, inclusive citando como fontes de seus conhecimentos a mitologia grega, egípcia, árabe e assíria embora tudo não passasse de ficção. Costumava citar frequentemente em seus contos demônios como Cthulhu e Shub-Nigurath além de abordar os rituais de invocação que haveriam escritos em um livro chamado Necronomicon (Livro dos Mortos).

O livro dos mortos nunca existiu, porém Lovecraft o tratava de forma tão detalhada em seus livros que chegaram a se criar seitas de estudo do Necronomicon e várias versões foram forjadas deste livro. O Necronomicon é o livro tema da série de filmes A Morte do Demônio (Uma Noite Alucinante) em que um grupo de jovens invoca sem querer forças incontroláveis. É também baseada na obra de Lovecraft a série Re-Animator entre muutos outros filmes e livros.

A influência de Lovecraft entre bandas de rock é apenas literária, mas os demônios e rituais de sua obra costumam ser confundidas com uma religião de verdade, o que leva muitos a considerarem isto satanismo.

A música Call of Cthulhu do Metallica é baseada no livro de mesmo nome de H. P. Lovecraft. Cthulhu é uma criatura (um demônio) que dormiria no fundo dos oceanos, se comunicando com os humanos através de sonhos.

Na capa do disco Live After Death do Iron Maiden é de H. P. Lovecraft a citação escrita na lápide da sepultura de Eddie. "That is not dead which can eternal lie, And with strange aeons even death may die." A tradução aproximada seria "Não está morto o que eternamente jaz inanimado, e em realidades estranhas até a morte pode ser vencida". Obviamente o trecho, que seria uma citação do Necronomicon, trata sobre a vida após a morte.

Igreja de Satan (Church Of Satan) de Antony LaVey

Antony LaVey é considerado o pai do Satanismo moderno sendo o fundador da seita satânica mais espalhada e mais influente em todo o mundo. Os preceitos de sua seita são bastante semelhantes aos preceitos de Crowley, pregando o prazer terreno e o abuso de drogas e sexo como meio de encontrar este prazer. A Church Of Satan tem ainda como característica a finalidade de ridicularizar e denegrir a imagem de Cristo e da igreja católica, mostrando o Deus cristão como causador dos males da humanidade e Satan como um ser misericordioso e compreensivo, uma alternativa ao Deus carrasco cristão.

Uma das bandas mais conhecidas da década de 70, The Eagles, é acusada por grupos evangélicos de ser particpante do movimento Church Of Satan. Os boatos surgiram quando a banda foi denunciada como satanista por um ex-produtor vingativo. O principal hit dos Eagles, Hotel California, recentemente relançado, seria uma referência à sede da Igreja de Satan na Califórnia, cujo prédio anteriormente haveria sido um cinema. Ao ouvir o disco ao contrário segundo afirmavam os evangélicos, surgiam mensagens satânicas.

Na música Simpathy For The Devil dos Rolling Stones o personagem principal é o demônio, cantando em primeira pessoa. Mick Jagger confirmou que o fundador da Igreja de Satan, Antony LaVey, foi o inspirador da canção.

Citações de Ocultismo em Letras de Rock

Conjuring (Megadeth): "I am the devil's advocate, a salesman if you will. Come join me in my infernal depths. I've got your soul! Obey!".(Sou o advogado do diabo, um vendedor se você preferir. Venha se juntar a mim nas profundezas do inferno. Sua alma é minha. Obedeça).

The Prince (Metallica): "Angel from below, I wish to sell my soul. Devil, take my soul. With diamonds you repay. I don't care for heaven so don't you loonk for me to cry. And I will burn In hell from the day I die." (Anjo das profundezas, eu quero vender minha alma. Demônio, leve minha alma, com diamantes você paga. Eu não me importo com o paraíso então não espere me ver chorar. E eu vou queimar no inferno a partir do dia em que morrer.)

Burn In Hell (Twisted Sister): "Welcome to the abandoned land. Come on in, child, take my hand. Here there is no work or, only one bill to pay. There's just five words to say as you go down, down, down. You're gonna Burn in hell!" (Bemvindo à terra do abandono. Venha, criança, segure minha mão. Aqui não há trabalho, apenas uma conta a pagar. Há apenas cinco palavras a dizer enquanto você cai. Você vai queimar no inferno.)

Homebound Train (Bon Jovi): "When I was just a boy the devil took my hand. Took me from my home, he made me a man." (Quando eu era apenas um garoto o demônio tomou minha mão, me levou de casa e me fez um homem.)

Possessed (Suicidal Tendencies): "I'm a prisoner of a demon... It stays with me wherever I go, I can't break away from its hold. This must be my punishment for selling my soul!" (Sou prisioneiro de um demônio, ele fica comigo onde quer que eu vá e não posso fugir de seu domínio. Deve ser minha punição por vender minha alma.)

Incitações ao Suicídio em Letras de Rock

O suicídio é considerado por seitas cristãs e espíritas o maior dos insultos a Deus em virtude de ser a negação da vida. Desta forma são consideradas também provas do envolvimento do rock com satanismo a frequente abordagem do tema suicídio.

Fade To Black (Metallica): "I have lost the will to live, simply nothing more to give. There is nothing more for me, need the end to set me free." (Eu perdi a razão de viver, simplesmente não tenho mais nada a dar, não existe nada mais para mim, preciso do fim para me libertar.).

Uma das músicas mais polêmicas da história do rock foi Suicide Solution, de Ozzy Osbourne. Após algumas pessoas terem acusado ser a música a responsável por algusn suicídios de jovens, o Institute for Bio-Acoustics Research foi contratado por grupos evangélicos para fazer uma avaliação da música e o relatório final apontou mensagens subliminares que não seriam audíveis conscientemente mas capazes de influenciar o inconsciente do ouvinte. A mensagem escondida estaria gravada em rotação alterada e seria "Why try, why try? Get the gun and try! Try it! Shoot! Shoot! Shoot!" seguido de uma risada. (Porque não tentar? Pegue uma arma e atire! Atire!) Além disso haveriam na música frequências sonoras especiais capazes de aumentar a capacidade de influência das mensagens subliminares. Acredite se quiser mas antes lembre-se que o "estudo" foi encomendado por um grupo evangélico.

Curiosamente a música Suicide Solution não trata sobre suicídio como pensa a quase totalidade (inclusive os fãs de Ozzy Osbourne). A música trata sobre alcoolismo e foi escrita por Ozzy quando o vocalista do AC/DC, Bon Scott, morreu de coma alcóolico. A palavra "solution" do título é "solução" no sentido de "mistura" e não no sentido de "resposta". A tradução correta seria "mistura suicida" se referindo ao álcôol. Isso pode ser facilmente confirmado ao observar a letra que está traduzida e comentada na página de Letras Traduzidas.

Crimes e Suicídios Relacionados ao Rock

Atenção: muitos dos fatos a seguir podem ser apenas resultado de exageros ou meias-verdades, mas foram publicados na imprensa e de uma forma ou de outra aconteceram.

O satanista Richard Ramirez, conhecido como Night Stalker, que aterrorizou a califórnia na década de 80, tendo matado mais de 14 pessoas, se declarou um grande fã do AC/DC.

Os pais do garoto Steve Boucher, que se suicidou com um tiro na cabeça, tentaram processar a banda AC/DC dizendo ser a música Shoot to Thrill a responsável. O garoto se suicidou sentado sobre um poster do AC/DC.

Em fevereiro de 1986 foi encontrado o corpo enforcado do garoto Phillip Morton, enquanto ao fundo o disco The Wall (com as músicas Goodbye Cruel World e Waiting for the Worms) tocava continuamente.

Em San Antonio, Texas, um garoto de 16 anos matou uma tia a punhaladas e contou à polícia que no momento do crime estava hipnotizado pela música do Pink Floyd, não podendo sequer se lembrar do ocorrido.

Em outubro de 1984 John McCollum, de 19 anos, se matou com um tiro na cabeça enquanto ouvia Suicide Solution de Ozzy Osbourne. Ele ainda estava com headphones quando o corpo foi encontrado.

Em dezembro de 1985 dois garotos de 18 anos, Raymond Belknap e James Vance, depois de ouvir Beyond the Realms of Death (Judas Priest), foram ao playground de uma igreja próxima e se suicidaram com tiros de espingarda. Os pais tentaram mover uma ação contra o Judas Priest.

Dennis Bartts, 16 anos, de Center Point, Texas, informou a um amigo que pretendia encontrar Satan, foi ao campo de futebol da escola e se enforcou na trave enquanto ouvia Highway to Hell (AC/DC) em um walkman.

Em 9 de janeiro de 1988 Thomas Sullivan, 14 anos, fã de Ozzy Osbourne, cortou a garganta da mãe e se suicidou em seguida.

Em 12 de abril de 1985, um garoto fanático por heavy metal de 14 anos matou três pessoas. O garoto (que tinha tatuado um grande 666 no peito) informou estar dominado por Eddie (mascote do Iron Maiden) quando cometeu os assassinatos.

Em 1987 foi capturado o assassino serial, ocultista e canibal Gary Heidnik. Em sua casa na Philadelfia os vizinhos escutavam heavy metal durante todo o dia.

Os Beatles e Charles Manson

Um dos casos mais famosos porém de assassinatos ligados ao rock foi a ação do maníaco americano Charles Manson e sua fascinação pela música dos Beatles.

Manson era um fanático religioso que acreditava ser Jesus Cristo encarnado e possuir uma "família", seguidores de suas pregações. Manson acreditava tb que os Beatles eram anjos mandados a Terra por Deus para avisar os homens sobre o terrível apocalipse que se aproximava, e que eles haviam feito isso através do famoso White Album, o Álbum Branco. As canções segundo Charles citavam suicídio (Yer Blues), os próprios sons do Armageddon trazidos pelos "anjos do apocalipse" (Revolution# 9), sugestões de destruição (a versão de Revolution contida no álbum chamada de Revolution# 1 era um take mais lento do famoso single da banda e na frase que fala "But when you talk about destruction... don´t you no that you can count me out..." eis que imediatamente após a última palavra (out) uma voz pronuncia de uma forma bem clara " in"), e, principalmente as guerras raciais figuradas em diversas músicas, "Piggies" seriam os "porcos brancos" e "Black Bird" possivelmente os Panteras Negras. Nota-se no fade-out de "Piggies" sons de metralhadoras, a guerra declarada. E relacionada a isso ainda, talvez a mais grave das alegações de Manson "Helter Skelter", o caos total, as guerras racias, a destruição, a revolução final.

Charles em certa época teve uma música supostamente roubada pelos "Beach Boys", sua canção "Cease to Exit" teria sido utilizada pelo grupo californiano sobre o título de "Never Learn Not to Love" para o álbum 20/20. A fúria de Manson caiu principalmente sobre Terry Melcher (filho de Doris Day) um produtor musical que havia negado um contrato de gravação de suas musicas, incluindo a utilizada pelos Beach Boys, estes fazendo grande sucesso c/ a "versão" de sua canção.

A decisão deste foi completamente irracional. Invadir com sua "família" a ex-residência do produtor. Na loucura de Manson não importava se Melcher não morasse mais lá. A nova moradora era a atriz Sharon Tate na época recém casada com o diretor Roman Polanski. A artista estava com alguns amigos em sua casa. Manson promoveu uma chacina, em uma atitude absurdamente covarde.

A ligação com os Beatles? A familia Manson utilizou o sangue de suas vítimas para escrever nas paredes da casa "Helter Skelter", "Political Piggy" e "Arrise". Helter Skelter e seu significado tomado por Manson, citados antes, seriam o seu propósito, Political Piggy seria a referência as pessoas mortas ali e Arise, uma citação a um trecho da música "Black Bird": "You´re only waiting for this moment to arise", este trecho é repetido várias vezes na música.

Um outro fato ligado a banda e o seu Álbum Branco é que um das assassinos possuia o apelido "Sexy Sadie" outra música do disco dos fabfour. McCartney, Lennon, Harrison e Starr , principalmente os 3 primeiros declararam a insanidade de Charles Manson (já óbvia) e seu completo desconhecimento dos objetivos do clã do citado (tb um fato óbvio).

(enviado por Tiago Coutinho)

Outros Fatos Relacionados a Ocultismo no Rock

Na capa de Highway To Hell (AC/DC) além de Angus estar fantasiado de demônio o vocalista Bom Scott usa um colar com um pentagrama (símbolo do satanismo). O pentagrama é também o símbolo da banda Slayer.

O símbolo que representa o guitarrista Jimmy Page (algo semelhante a Zoso) segundo alguns trata-se de um 666 estilizado.

Na revista Smash Hits Jon Bon Jovi declarou: "Eu mataria minha mãe pelo rock and roll... eu venderia minha alma."

Trey Azagthoh, guitarrista do Morbid Angel, se declara um vampiro e nos shows costuma se morder e beber seu próprio sangue. A mania teve início quando ao se cortar ele chupou o próprio sangue para evitar que escorresse e o sujasse inteiro. Terminou gostando.

Em 1992 a banda Iron Maiden foi proibida de tocar no Chile. A Igreja Católica pediu ao governo providências contra a apresentação da banda e foi atendida. Segundo a igreja a música Bring Your Daughter To The Slaughter incitava o assassinato e The Number Of The Beast incitava satanismo e assassinatos.

David Bowie em entrevista à Rollign Stone prestou o seguinte depoimento: "O rock semrpe foi a música do demônio. Eu acredito que o rock and roll seja perigoso. Sinto que estamos brincando com algo mais assustador do que nós mesmos."

Um fã da banda Slayer escreveu na Spin Magazine (Maio de 1989): "Eu odeio seu Deus Jesus Cristo. Satan é meu senhor. Eu sacrifico animais para ele. Meu deus é o Slayer. São nas letras de sua música que acredito."

Ao receber o MTV Awards de 1992 o grupo Red Hot Chili Peppers fez o seguinte agradecimento: "Antes de mais nada queremos agradecer a Satan!"

Angus Young, guitarrista da banda AC/DC em entrevista à Hit parader: "Eu sou apenas um instrumento. Quando subo ao palco alguma coisa me possui e me faz agir."

A música The Temples of Syrinx do álbum 2112 do Rush tem como tema o deus pagão Pã, constantemente associado ao demônio.

Em 1974, durante o lançamento do primeiro disco da gravadora Swan Song, comandada pelos componentes do Led Zeppelin, foi armada uma festa (em uma caverna) com temática de ocultismo que incluia mulheres nuas encenando uma missa negra e garotas vestidas de freiras fazendo strip tease.

A fascinação de Jimmy Page (guitarrista do Led Zeppelin) pelo oculto era tão grande que ele chegou a possuir a maior loja de livros de ocultismo da Europa, chamada The Equinox. Sua curiosidade sobre a obra de Crowley o levou a adquirir, além de milhares de objetos pessoais, livros e manuscrito, a mansão de Crowley, chamada Boleskine, localizada às margens do Lago Ness. Segundo contam as lendas Crowley praticava rituais satanicos na casa. Depois que Jimmy Page comprou a mansão um caseiro se suicidou inexplicavelmente e um outro ficou louco.

Na edição original em vinil do terceiro álbum do Led Zeppelin constava a inscrição "Do what thou wilt" (Faze o que quiseres) que é um dos ensinamentos de Crowley.

O nome da banda Cheap Trick segundo eles próprios foi sugerido em uma mesa de ouija (uma maneira de se comunicar com espíritos semelhante ao "jogo do copo" conhecido no Brasil). Vincent Furnier se tornou Alice Cooper da mesma maneira.

Jim Morrison, líder e vocalista da banda The Doors dizia ter sido possuído por espíritos quando assistiu a um acidente automobilistico que matou diversos índios. Segundo ele um ou dois espíritos de shamans (feiticeiros índios) o possuiram desde então, guiando seu estilo de vida e sua maneira de compor. Em 1970 Morrison se casou com uma feiticeira em um ritual pagão que envolveu invocações de demônios e beber sangue.

Em 1992, a banda de hard rock americana Slaughter foi acusada pela família de duas jovens de ter induzido um jovem de 17 anos (namorado de uma) a mata-las. As duas amigas foram mortas a facadas enquanto, segundo testemunhas, a música Fly To The Angels (que Mark Slaughter havia composto para uma ex-namorada que havia morrido de câncer) tocava repetidamente. Foi depois apurado de que o jovem nao era fã do Slaughter propriamente, mas sim da música em si. A turnê do álbum The Wild Life teve de ser interrompida por algum tempo para que eles respodessem ao processo, no qual foram completamente inocentados. (Agradecimentos a Christiano Gonçalves).

A Condessa Elisabeth Bathory era filha de nobres Húngaros que sacrificava virgens e tomava banho com sangue para manter sua beleza e juventude eternamente. Tornou-se parte do folclore europeu. Mereceu citações da banda Venom (Countess Bathory), do Cradle Of Filth (The Cruelty And The Beast) e inspirou o nome da banda Bathory.

Total de visualizações