AD (728x90)

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Guia de sobrevivencia a ZUMBIS!!

Boa noite pessoal!! Resolvi deixar aquium pequeno(por volta de 160 pags) guia de sobrevivencia a zumbis. Primeiro, nao sei se isso ja tem no blog poia nao tive tempo de ver o blog todo, mais se nao tiver esta aqui, espero que gostem.

Para baixar é soh clicar [aqui]


© Estranho Universo]

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Tipologia extraterrestre

Com a ascensão de casos de abdução extraterrestre, os ufólogos conseguiram reunir relatos o suficiente para definir os tipos de seres que são mais frequentemente avistados durante sequestros. Aí vai uma lista.





TIPO ALFA – Mais conhecidos como "grays" (cinzas), são seres de pequenas estaturas, variando entre 1,00 a 1,40 metros de altura, os quais normalmente fazem as abduções de seres humanos. Tem cabeça grande, desproporcional ao corpo. Normalmente não tem nenhum pêlo no corpo. Os olhos, de um modo geral, são grandes e negros, sem pupilas aparentes. Aparecem em 67% dos casos. Usam roupas coladas e se movimentam delicadamente.

Uma curiosidade sobre os tipo alfa é que geralmente os abduzidos tem dificuldade de se lembrar de como era o ser da cintura para baixo. Algumas vezes comparam os olhos de ETs tipo alfa com olhos de gafanhoto.

TIPO BETA – São seres relativamente parecidos com os seres humanos, com alturas variando aproximadamente entre 1,60 a 2,00 metros. Em outras palavras, se colocarem terno e gravata, irão passar desapercebidos no meio da multidão. Aparecem em 19% dos casos. O tipo beta variam entre dois tipos: o primeiro tipo parecem ser nórdicos e terem corpos perfeitos. O segundo tipo é pálido e possui pouco cabelo.

O ET beta que é pálido já apareceu para um homem nos Estados Unidos. O suposto ser teria dito que era do governo e fez perguntas estranhas relacionadas à astronomia.

TIPO GAMA – São seres gigantescos, com alturas acima de 2,00 metros, chegando em alguns casos até 4,00 metros. Aparecem em 8% dos casos.

TIPO DELTA – Normalmente são descritos como sendo seres peludos (animais) ou simplesmente robôs. Em outras situações, são nada mais que grays com escafandro ou um capacete de astronauta. Aparecem em 3% dos casos.

TIPO ÔMEGA – São seres não físicos, normalmente descritos como seres energéticos. Geralmente relatos em que eles estão envolvidos são um tanto estranhos. Aparecem em 2% dos casos.

TIPO SIGMA – Em poucos casos de ocorrência de avistamento de seres têm sido relatados pequenos seres com aproximadamente 15 centímetros de altura, os quais podem ter sido confundidos com animais. Aparecem em 1% dos casos. Na realidade, essa porcentagem é bem menor que 1% e aqui foi simplesmente arredondada para número inteiro.

Caso Máscaras de Chumbo

O caso Máscaras de Chumbo aconteceu nos anos 60 e até hoje permanece sem solução. Ele ficou extremamente famoso e já provocou até mesmo uma espécie de "histeria" na população do Rio. Muitos discutem sobre o que os dois engenheiros teriam feito e as hipóteses vão até um possível contato extraterrestre.

"Encontrem-se no ponto designado às quatro e meia da tarde. Às seis e meia ingerir as cápsulas. Após fazer efeito, protejam o rosto com as MÁSCARAS DE CHUMBO. Aguardar o sinal combinado"..




Este bilhete foi a única pista que a Polícia do Rio de Janeiro teve para investigar o aparecimento de dois cadáveres que estavam com MÁSCARAS DE CHUMBO, no topo do Morro do Vintém, localizado em Niterói, município vizinho ao Rio, fato ocorrido no ano de 1966.

A autópsia realizada nos corpos nada revelou que pudesse ser classificada como a causa mortis: não havia qualquer sinal de violência, envenenamento ou distúrbios orgânicos, além da total ausência de contaminação por radioatividade. Os homens teriam morrido entre terça-feira, 16 de agosto, e sábado, 20 de agosto.

O exame grafotécnico realizado no bilhete que fora encontrado ao lado dos corpos, provou que a caligrafia era de umas das vítimas; e pelo pouco que se pôde apurar, soube-se que os dois radiotécnicos (Miguel José Viana, 34 anos, e Manoel Pereira da Cruz, 32 anos) eram dados a experiências envolvendo OVNIs. Centenas de anotações e recortes de notícias sobre discos voadores foram encontradas entre seus pertences.


O que teria ocorrido naquele dia realmente é um mistério. Os dois radiotécnicos moravam em Campos situada no Rio de Janeiro. Saíram de Campos no dia 17, dizendo para suas famílias que iriam comprar material de trabalho. Um carro também estava em seus planos de compras e traziam Cr$ 3 milhões (quantia da época – seria referente a algo em torno de mil dólares), segundo testemunhas posteriores. O dinheiro não foi encontrado. Mas o fato é que eles foram para Niterói, Rio de Janeiro.

Todos os seus passos foram levantados pelos detetives fluminenses. Tomaram o ônibus às 09:00 horas e chegaram em Niterói às 14:30 horas. Compraram num armarinho as capas impermeáveis, que custaram CR$ 9,4 mil, e num bar a água mineral (Casa Brasília, na rua Cel. Gomes Machado e bar São Jorge, à rua Marquês do Paraná). A moça que os atendeu neste último estabelecimento disse que Miguel parecia muito nervoso e toda hora olhava para o relógio. O tempo estava chuvoso e escurecia rapidamente. Por volta das 15:15 horas eles partiram a pé até a Trilha do Morro do Vintém, onde foram vistos por volta das 17 horas. Isto no dia 17 de agosto de 1966. Seus corpos só foram encontrados no dia 20 de agosto de 1966.


O primeiro garoto a ver os corpos, Jorge da Costa Alves, tinha 18 anos e estava na ocasião procurando sua pipa junto com outros meninos no Morro do Vintém quando sentiram um forte odor. Curiosos em descobrir a fonte do odor, encontraram os corpos vestidos com ternos limpos e capas de chuvas novas, deitados de costas e ligeiramente encoberto pelo mato. Imediatamente avisaram a polícia. Nada foi realizado naquela noite, mas ao amanhecer a polícia e os bombeiros foram até o local e encontraram os dois corpos constatando que o garoto não havia mentido.

Quando encontrados, os corpos apresentavam uma coloração rosada. Um dos bilhetes falava em "proteger metais e aguardar sinais máscara". As máscaras estavam lá. Típicas para proteger os olhos contra luminosidade intensa, talvez calor exagerado ou mesmo irradiação. Isto tudo autorizava os detetives a pensarem, inclusive, em alguma atividade extraterrena. Estavam os técnicos pensando em ter contatos com extraterrestres?

Que os rapazes viviam tentando contatos com seres extraterrestres, ou coisas de outro mundo, disto não se tem dúvidas. Eram dados a práticas místicas, faziam experiências estranhas e perigosas. Uma delas foi realizada na praia de Atafona, perto de Campos, e outra foi no jardim da casa de Manuel. Os dois falecidos mais outros dois companheiros de nomes Élcio Côrrea da Silva e Valdir, provocaram um fenômeno que resultou numa tremenda explosão – isso no dia 13 de junho de 1966. Várias casas das redondezas ficaram ligeiramente danificadas e, durante algum tempo, não se falava em outra coisa na região. Os pescadores locais até afirmavam uma história de que um disco voador teria caído na praia; porém essa especulação foi descartada quando as famílias das vítimas testemunharam no inquérito. Conforme seus depoimentos, o equipamento usado em Atafona e Campos era constituído apenas por bombas caseiras, disseram, fabricadas com canos e arames. Élcio chegou a ser preso sob suspeita em 27 de agosto e depois comprovou-se que ele não saiu de Campos no dia da tragédia e os policiais foram obrigados a soltá-lo.


Os jornalistas conseguiram encontrar uma testemunha a qual revelou ser constante a presença de uma "bola luminosa" no topo do Morro do Vintém. A testemunha, dona Gracinda Barbosa Coutinho de Souza, afirmou que no dia da presumível da morte dos dois a "bola luminosa" se aproximou daquele morro, parou por alguns segundos e partiu em uma velocidade extremamente alta. Enquanto ela se dirigia pela Alameda São Boaventura, no bairro do Fonseca, com três de seus filhos, na quarta-feira à noite, a filha Denise (7 anos) disse-lhe para olhar para o céu. Ela viu um objeto oval de cor alaranjada, com uma linha de fogo nas bordas, "soltando raios em todas as direções". Teve tempo de parar e observá-lo cuidadosamente, enquanto o objeto subia e descia verticalmente durante três ou quatro minutos, emitindo um "raio azul" bem definido.


Vale lembrar que os investigadores não encontraram sangue nem sinal de violência na área. Os dois corpos estavam deitados lado a lado. Num bloco de anotações próximos aos cadáveres haviam fórmulas elétricas elementares. Também foi encontrado um pedaço de papel de alumínio azul e branco amassado, um pouco de papel celofane embebido numa substância química, um lenço com as iniciais AMS e uma garrafa de água mineral vazia.

Neste famoso caso das MÁSCARAS DE CHUMBO, as hipóteses surgidas findam na não determinação da causa mortis. Autópsia e exames em geral não detectaram nenhum elemento tóxico ou estranho nos cadáveres. Afinal, o que eram aquelas cápsulas? Quem as forneceu? Quem as manipulou? São perguntas que, se respondidas, poderiam trazer muita luz ao caso. Mas até hoje o caso permanece um mistério. Foram feitas outras diligências, exumação dos cadáveres, novos exames, inclusive de radiação, ouvidas novas testemunhas em Campos e Macaé, outros levantamentos do local, mais minuciosos e cuidadosos.

Contudo, nada mais foi encontrado. Nada que pudesse esclarecer aquelas mortes misteriosas do caso das MÁSCARAS DE CHUMBO...

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Raças extraterrestres

Achei um texto falando sobre as mais diversas raças alienígenas segundo ufólogos, abduzidos e etc. Coloquei as fotos da localização de algumas dessas raças. Digo, das que eu pude achar a localização.

Andrômedas


Estes formam uma raça não física de seres angélicos puramente impressionante, da Galáxia Andrômeda. Eles formam essencialmente a força espiritual dentro do Comando Ashtar e são os guias entre os Plêiades e de todo nosso ramo de evolução humana. Não somente isto, mas eles são a força líder também junto a menor e mais diferente raça do ramo da evolução: Cygnusiana - tranqüila, viçosa, anfíbia como as criaturas vindas de planetas da Constelação Cygnus. Mais uma vez, os seres da Galáxia Andrômeda estão ajudando os seres da nossa própria Via Láctea a crescer; é um exemplo macrocósmico de como a civilização plêiade está ajudando o crescimento de nossa Terra.


Arturianos


Membros da Confederação dos Humanos. Os Arturianos são uma raça muito espiritualizada que vive em um universo ou realidade de puro amor. Parece haver no planeta deles, um portal de alguma espécie, o qual transmite alta energia ao nosso universo dimensional.

Vivem na estrela Arcturo da constelação de boiadeiro




Arianos (Louros)

Humanóides, louros nórdicos, que trabalham com os Greys. Dizem ter sido capturados pelos Reptilianos e também terem implantes. Eles dizem ter uma tendência a mudar a sua lealdade entre os Reptilianos e a Confederação dos Humanos.

Vivem em algum lugar da constelação de Áries.





Azuis (Guerreiros Estrelares)

Azuis dizem ter pele translúcida, olhos de formas amendoadas e pequena estatura. A grande questão da evolução deles era "perseguir sua paixão", seguindo seu modo próprio, fazer suas próprias coisas, não sendo pressionado por nada, mas sendo o que e quem são. A informação sobre os Azuis vem de Robert Morningsky, um dançarino da tribo apache Hopi. De acordo com Morningsky, os primeiros contactos alienígenas começaram entre 1947 e 1948, com os Greys contactando o governo dos Estados Unidos para firmar um tratado entre eles. Outros alienígenas contactados à época, eram os Azuis. Eles aconselharam o governo norte-americano a não negociar com os Greys, informando que isso poderia levá-los a um desastre. Aconselharam também aos Estados Unidos a seguir o seu próprio caminho. Disseram que ensinariam em paz e harmonia se os homens se desarmassem e os ouvissem. Os militares disseram não ao acordo com os Azuis. Eles então se afastaram, mas aos poucos decidiram permanecer no nordeste do México e do Arizona e fizeram um acordo com os indígenas. Estes alienígenas são conhecidos pelos índios como Guerreiros Estrelares. Os Greys começaram, então, a monitorar os Azuis, que tiveram que fugir da reserva indígena, indo se esconder. Alguns índios idosos foram com eles. A lenda Hopi conta que havia duas raças: "as crianças de pena que vieram dos céus"; e "as crianças dos répteis, que vieram do fundo da Terra". As crianças dos répteis perseguiram os índios Hopi fora da Terra. Estes demônios subterrâneos eram também chamados de "dois corações".


Centaurianos


Estes são do tipo louros nórdicos que vêm de Alpha Centauro. Eles, como os Plêiades, procuram nos ajudar no crescimento espiritual, mas não tomam um papel activo como as outras raças. Os Centaurianos têm mantido contacto com algumas pessoas selecionadas na Terra.






Confederação dos Humanos (Confederação Intergalática)

Esta é a mais freqüente referência à "Confederação Intergalática", liderada pelo Comando Ashtar. Consiste em uma organização de seres espaciais nascidos da energia positiva, que estão a ajudar a raça humana há muito tempo e desejam protege-la. Incluem-se os Vegas, Arturianos, Sirius, Plêiades, Lirianos, DALs e Centaurianos.


DALs

Esta raça de tipo nórdico vem do chamado Universo DAL. Eles são um ramo dos Lirianos. Espiritualmente e tecnologicamente estão de 300 a 1000 anos à frente dos Plêiades. Eles estão a ajudar os Plêiades e nós humanos de maneira muito similar. Não é conhecido o significa do sigla "DAL".



Greys (Cinzentos)

Esta é a raça mais comum identificada pela OVNIlogia. São muitos os avistamentos, histórias e teorias referentes a eles, feitas de visionários da Nova Era a diferentes cientistas. Os Greys como são apresentados pela comunidade científica: São muito comumente descritos por suas vítimas de abduções. São considerados uma raça com motivos e propósitos desconhecidos em relação à Terra. Eles parecem estar a abduzir, a estudar, vários indivíduos por motivos não muito claros. Os Greys como são apresentados pelo Movimento da Nova Era: são frequentemente identificados como demônios ou raça de energia negativa.

Eles são frequêntemente relacionados com muitas outras raças, como os Reptilianos e os seus objetivos são desconhecidos. Os Greys são relacionados com diferentes teorias de conspiração - uma mistura de visões científicas e da Nova Era. Uma das teorias afirma que uma ou mais de suas espaçonaves se chocaram e foram capturadas pelo governo dos EUA. O governo americano então fez um acordo secreto com os Greys, permitindo que eles façam abduções de humanos em troca de tecnologia. A teoria da conspiração finaliza, afirmando que os Greys não mantiveram a sua parte no acordo. Estas são as descrições dos diversos tipos de Greys: (são todos Humanóides em aparência, com cabeça, tronco, dois braços, duas pernas e dois pés).

1: Os Greys mais frequêntemente vistos têm em torno de 60 cm a 1,20 m de altura, muito magros, olhar delicado, de baixo peso, olhos negros extremamente penetrantes e inclinados sem pupilas, vestígios de boca e nariz, cabeça muito grande, com queixo pontiagudo. A cor da pele varia do cinza escuro ao cinza claro; do pálido ao branco e pode também ser bronzeado. Não há pelos em seu corpo.

2: Outros também comumente vistos são semelhantes aos descritos anteriormente, exceto nos seus 15, 24 cm de altura, e parecem dar as ordens. Uma variação deste mesmo tipo descrito são os olhos negros arredondados como grandes botões negros.

3: Mais um tipo de Greys: são como pequenos robôs, atarracados e pequenos, com um liso e redondo capacete, com negros e profundos olhos, com o contorno da boca arredondado, tronco quadrado mostrando círculos concêntricos, cheiram como cabeça de fósforo queimada, e a pele tem a coloração cinza cogumelo. Este Greys agem como guardas de segurança. Outras variações são descritas como Reptilianos com garras parecidas com os insetos louva-a-deus. Há também relatos de crias de cruzamento que não têm as formas exatamente como humanos ou como Greys.

Não é confirmado o lugar de onde supostamente eles viriam. Porém, já foi citado em algumas aparições que os greys têm alguma relação com a estrela binária Zeta Retticuli da constelação de Retículo.

Lirianos



Esta é a mais antiga das raças, da qual emergiram nosso ramo da raça humana e os Humanóides, incluindo os tipos nórdicos, os Orions, e mesmo os Greys. Totalmente guerreira no início de sua civilização, a raça liriana evoluiu e é agora espiritualmente e tecnologicamente muito evoluída, chegando ao nível dos Plêiades.

Vivem em algum lugar da constelação de Lira.




Império de Orion (Forças de Orion)



Os "Orions" são formados por duas raças opostas. O "Conselho de Luz" era uma delas, baseada no sistema estrelas de Betelgeuse; e os igualmente poderosos demônios Orions, baseados no sistema estrelar de Rigel. Os Orions tomaram muitos dos planetas de nossa galáxia de raças de menor espiritualidade, mas sempre foram confrontados pela Confederação
Intergalática.



A parte conquistada do Império Orion foi derrotada há 200 mil anos, pela Confederação Intergalática, mas os Orions não haviam ameaçado a Terra até então. Eles estão no momento a se preparar para alçar "a quarta dimensão", assim como nós na Terra. De facto, algumas pessoas da Terra são Orions reencarnados que estão aqui integrando com sua negatividade e assim permitir a ambos os mundos a ascensão.

A foto à esquerda mostra a estrela Rigel com a nebulosa NGC 4503 e à direita a estrela Betelgeuse.



Plêiades

Plêiades ou Messier 45

Os Plêiades são uma coletividade de extraterrestres do sistema estrelar Plêiade. A cultura plêiade é antiga e parece vir de outro universo de amor, muito antes da Terra haver sido criada. Eles formam uma sociedade maravilhosa a qual vive em amor, com idéias e ideais que ainda não nos são familiares. Os Plêiades começaram um projecto de contactar e inspirar os humanos terrestres a tomar de volta a sua força interior e criar uma realidade melhor para eles mesmos. Eles estão aqui como embaixadores de outro universo para ajudar a Terra na sua transição da terceira dimensão à quarta dimensão e assistir a cada um de nós em nosso esforço pessoal de conscientização e conhecimento interior. Como o seu projecto tem sido muito bem sucedido, muitos ETs têm se juntado ao grupo, alguns de outros sistemas estrelares. Assim, o grupo recentemente trocou o nome de Plêiades para Plêiades Plus. Os Plêiades dizem que as suas razões para nos contactar é que aqui há a posibilidade de vir a ser uma tirania no futuro e eles estão voltando a inspirar-nos o tanto como for possível, para mudarmos as nossa própria realidade e o futuro. Ele ensinam a forma de energização metafísica pessoal e social, com amor e de forma clara. Os Plêiades falam como uma coletividade e não como indivíduos. Eles não aparecem sob a forma física, mas podem, se o quiserem. Eles acham seguro enviar as suas mensagens através da canalização, e não atrair muito a atenção.


Sirius


Membros da Confederação dos Humanos. Eles são uma raça hipotética, aquática, algo como uma versão de golfinhos e baleias. Eles dizem viver numa consciência crística e estão no sistema solar muitos ligados a nossas maneiras físicas. Eles também exercem um papel na ajuda à Terra, mas fazem isto de forma sutil, em nossos oceanos.

Vivem na estrela Sirius de Cão Maior.


Reptilianos

A raça reptiliana de Draco, um planeta conquistado. Eles dizem ser controlados pelos Greys por meio de um implante, o mesmo que os Greys estão a implantar nos humanos. Eles também dizem ser a mente mestre dos planos de abduções. O seu plano mestre consta do uso de uma recém-criada "meia-criatura" com implantes para derrotar a Confederação dos Humanos. Os Reptilianos também usam os humanos como alimento.


Vega

Membros da Confederação dos Humanos.

Caso Travis Walton


Hoje vou postar um dos mais curiosos casos de abdução já vistos. É chamado até hoje como "Caso Travis Walton" e foi um dos registros de abdução mais detalhados até hoje. Segue abaixo um pouco do caso.



Considerado um clássico da ufologia mundial, o Caso Travis Walton reproduz as principais características comuns das abduções alienígenas. Por volta das 18:00 horas da tarde, do dia 05 de novembro de 1975, uma caminhonete de cabine dupla do Serviço Florestal voltava da Floresta Nacional Sitgraves, Arizona, (Estados Unidos), levando sete lenhadores: Michael Rogers, Ken Peterson, Travis Walton, Allen Dallis, John Goulete, Duane Smith e Stephen Pierce. Todos eles tinham menos de trinta anos e voltavam para casa depois de um longo dia de trabalho.


Travis Walton, na época com apenas 22 anos, reparou uma luminosidade amarelada por trás de uns pinheiros, do lado direito do caminhonete, e comentou com os companheiros. A caminhonete seguia sua rota normal, mas, ao chegar em uma clareira, viram um enorme disco de uns cinco metros de diâmetro que estava flutuando a cerca de seis metros de altura.



Chocado, Travis pediu que parassem a caminhonete e, imediatamente, saiu do veículo. Acreditando que ao se aproximar o objeto se afastaria, Travis Walton começou a caminhar em direção do OVNI. O disco começou a emitir um ruído alto e movimentar-se lentamente. O motorista da caminhonete, Mike Rogers, tomado pelo pânico, gritou para que Travis voltasse, mas ele estava absorvido na contemplação daquele objeto que, agora, já estava bem acima de sua cabeça. Subitamente, o OVNI emitiu um feixe de luz verde-azulado que atingiu em cheio o peito de Travis, jogando-o para trás. Ao cair, Travis Walton estava desmaiado.



Todas os outros trabalhadores que estavam na caminhonete ficaram em pânico e Mike, o motorista, imediatamente deu partida no veículo e se afastou, deixando para trás Travis caído próximo ao UFO. A alguma distância do local, quando todos comprovaram que o objeto não lhes perseguia, pararam a caminhonete e discutiram nervosamente se deveriam ou não voltar para socorrer Travis. Finalmente chegaram a algum entendimento e voltaram para o local, porém nem Travis e nem o UFO estavam mais lá.


Os seis trabalhadores decidiram ir então à delegacia de Navajo Country, que era o posto policial mais próximo. Foram atendidos pelo tenente Chuck Allison que, após ouvir toda a história, decidiu ir até o local dos fatos, às 21:30 horas daquele mesmo dia, levando junto mais três testemunhas para investigar. Não encontraram absolutamente nada. No dia seguinte, os seis trabalhadores passaram a ser suspeitos de assassinato. Ninguém acreditava na história contada por eles e a polícia passou a considerar a hipótese de que eles tinham matado Travis Walton e escondido o corpo. Depois inventaram a história do "disco voador" para justificar o sumiço de Travis.

Durante os três dias seguintes, foi realizada uma super operação "pente-fino" na floresta em busca do corpo de Travis Walton. Essa operação foi composta por um pouco mais de uma centena de homens, vários cães e um helicóptero – no entanto não obtiveram qualquer êxito. Durante toda essa operação de procura pelo corpo de Travis Walton, os investigadores responsáveis pelo caso ficaram surpreendidos ao ver que os seis lenhadores não hesitaram em passar pelo detector de mentiras. Durante o teste do detector de mentiras, foram tomadas todas as medidas para não dar vazão a qualquer possibilidade de dúvida. Entre as medidas estava a presença de C. Gibson, especialista em poligrafia. E para surpreender mais ainda as autoridades responsáveis pelo caso, todos eles passaram pelo detector sem que fosse detectada uma única mentira sequer. A partir daí, somando com o fato de não se ter encontrado o corpo ou qualquer vestígio do mesmo, a história dos lenhadores passou a ser levada a sério por toda a comunidade.

Seis dias depois do desaparecimento de Travis , no dia 11 de novembro, seu irmão recebe uma ligação telefônica na qual reconhece, imediatamente, que era o próprio Travis do outro lado da linha. Travis pede para que venham buscá-lo e é encontrado no chão de uma cabine telefônica, no posto de gasolina de Heber – cerca de 80 quilômetros de distância de Snowflake. Travis apresentava visíveis sinais de esgotamento e desidratação, tinha náuseas e estava completamente desorientado. Mas o mais surpreendente de tudo é que Travis Walton não acreditava que tinha sumido por vários dias. Para ele tinham se passados algumas poucas horas apenas desde que foi atingido pelo UFO.

Imediatamente, a família de Travis Walton o levou para um hospital. O doutor Howard Kandell certificou que Travis estava bem, mas tinha perdido um pouco de peso devido à desidratação. A única coisa estranha encontrada em Travis era uma marca no seu braço esquerdo, claramente produzida por uma agulha ou um outro instrumento pungente. As análises de sangue comprovaram que Travis Walton não era usuário de drogas – coisa que a própria família dele garantiu para o médico.



O passo seguinte das investigações foi submeter Travis Walton a uma sessão hipnótica para averiguar o que tinha acontecido realmente. Neste processo, os doutores Harder e Rosenbaum (presidente da Associação Psicanalítica do Sudeste) ficaram no controle da sessão hipnótica, além da presença de mais três médicos que assistiram tudo na qualidade de supervisores. Em transe hipnótico, Travis Walton relembrou de vários momentos de sua abdução. Quando foi atingido pelo feixe de luz do disco, tudo escureceu. Mas quando abriu os olhos, estava numa espécie de mesa num quarto fortemente iluminado. Inicialmente ele pensou que estava em um hospital mas, quando olhou para os lados, viu seres horripilantes, de um metro e meio de altura e com grandes olhos negros. Suas faces não tinham cor e suas testas eram inchadas. Seus longos dedos não tinham unhas. Travis Walton os comparou com "fetos muito desenvolvidos".

Aquelas criaturas tinham colocado um aparelho sobre seu tórax que lhe causava uma dor persistente e o impedia de respirar normalmente. Travis entrou em pânico imediatamente e, se debatendo, conseguiu tirar o aparelho de seu peito. Também tentou afastar os alienígenas com empurrões, no entanto, as criaturas continuavam tentando dominá-lo. Somente quando Travis pegou um tubo transparente na mão, que estava numa mesa ao lado, e ameaçou agredir as criaturas, os seres se afastaram e saíram da sala marchando por uma porta. Travis não teve dúvidas: optou por ir embora dali por uma outra porta que existia na sala.

Travis Walton chegou então num corredor e começou a caminhar. Viu outra porta e entrou. Era uma sala onde havia um sofá com vários botões nos braços. Na frente do sofá havia uma tela enorme, quase do tamanho da parede, e que tinha uma imagem típica do espaço: fundo negro com muitas estrelas. Ao apertar os botões no braço do sofá, as estrelas da imagem na tela se mexiam. Nesse exato momento entrou um ser humanóide idêntico a nós que, através de sinais, indicou que Travis devia acompanhá-lo. Travis se levantou do sofá e tentou falar com a criatura, que usava um capacete transparente, mas não obteve qualquer resposta – o ser apenas sorria de forma tolerante.



Sem opção e desconcertado, Travis Walton acompanhou aquele ser. Eles saíram do UFO, por uma rampa, e Travis viu que estavam em um hangar onde havia várias naves iguais a que eles estavam. Entraram, logo em seguida, num túnel que os levou a um pequeno quarto. Neste recinto se encontravam três pessoas, sendo dois homens e uma mulher. Subitamente uma mão colocou uma máscara no rosto de Travis e ele, por sua vez, perdeu os sentidos. A próxima lembrança de Travis Walton é ele acordando caído na estrada perto de Heber. Ele olhou para cima e viu uma nave se afastando – inusitadamente não parecia ser a mesma nave que lhe teria abduzido.

Tal qual foi feito com os outros lenhadores, Travis passou pelo detector de mentiras sem que fosse detectada qualquer fraude em seu relato. Infelizmente, hoje Travis Walton se recusa a fazer outras sessões de hipnose regressiva para tentar resgatar o que poderia estar perdido em sua memória. Ele alega ter medo de saber mais detalhes da experiência traumática que passou. O Caso Travis Walton foi amplamente divulgado e causou grande comoção na comunidade ufológica.

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Fallo en Matrix

Um cara ao sair de casa olhou pro céu e viu isso abaixo e começou a filmar. Alguém sabe explicar que fenômeno é esse? Fallo en Matrix


Fallo en Matrix


Veja outro video deste fenomeno.



Concienciacción :
 Mensaje Por tihcxer Ayer

Ok, un consenso 'científico' que investigara el caso, al final seguro exclamaría algo como lo siguiente: Ok, "científica" a um consenso para investigar o caso, o fim exclamar algo certo como o seguinte:

 
"fenomeno climatico inusual debido a refracción o sobrecarga de particulas y corrientes electricas (estatica) al interior de cumulos de nubes. "Unusual fenómenos meteorológicos devido à refração ou sobrecarga de partículas e de correntes elétricas (estática) dentro de nuvens cumulus.
 
con cristales de hielo en turbulencia cambiando vertiginosamente su ángulo de reflexión..." cristais de gelo rapidamente mudando o ângulo de turbulência de reflexão ... "



© Mataleone / zappinternet / Blog Estranho Universo / Concienciacción

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Nova serie da FOX!!AMERICAN HORROR STORY!!


Boa noite pessoas humanas(ou nau)! Primeiro quero agradecer ao pessoal do site por me escolherem para ser um dos colunistas e ajudar no site e q finalmente arranjei um tempo (agora) para postar alguma coisa.
Terça passada depois que assisti The Walking Dead, fui ver se anova serie(American Horror Story) era realmente td aquilo q dizia a propaganda e realmnete foi td aquilo q dizia na propaganda!!
Historia: Conta a historia de uma familia q se muda pra uma outra casa e cidade pq o pai teve relaçoes com a empregada e a mãe descobriu. Nessa nova casa algumas coisas estranhas começam a acontecer e assima historia se desenrrola a cada episodio.
Trailer: http://www.youtube.com/watch?v=wmzyPqvMTRY

Para todos que ainda nau conhecem, vejam, da muito medo e vale muito a pena assistir!

Boa Noite para todos e curtam o trailer!

© Estranho Universo

domingo, 13 de novembro de 2011

Canção de ninar do Hypno




Não é a toa que falam que a música de Lavender Town é maldita. Esse trecho foi encontrado no meio da música e descobriram essa voz rouca. Alguns acham que é o Hypnos, um dos Pokémons que você acha no jogo e que teria um pêndulo que hipnotizaria as pessoas. Para você que não entendeu muito bem o que ele está falando, veja a letra da música secreta abaixo:

P.S: Traduzi os trechos, se acharem alguma coisa errada, mil perdões. O importante é que o interlocutor entenda ^^
------------------------------------------------------------------------------------

Come little children, come with me / Venham criancinhas, venham comigo
Safe and happy you will be / Salvas e felizes como devem ser
Away from your homes, now let us run / Longe de suas casas, vamos correr
With Hypno, you'll have so much fun / Com Hypno, você terá muita diversão
Oh, little children, please don't cry / Oh, criancinhas, por favor não chorem
Hypno wouldn't hurt a fly / Hypno não faria mal a uma mosca
Be free, be free be free to play / Seja livre, seja livre para brincar
Come down in my cave with me to stay / Venham para a minha caverna ficar

Oh, little children, please don't squirm / Oh, criacinhas, por favor não fujam
Those ropes, I know, will hold you firm / Essas cordas, eu sei, irão te segurar firme
Hypno tells you this is true / Hypno falava que isso era verdade
But sadly, Hypno lied to you / Mas infelizmente, Hypno estava mentindo

Oh, little children, you mustn't leave / Oh, criancinhas, vocês não podem fugir
Your families for you will grieve / Suas famílias por vocês sofrerão
Their minds will unravel at the seams / Suas mentes irei descuturar
Allowing me to haunt their dreams / Para assim, eu poder assombrar

But surely, all of you must know / Mas certamente, tudo que vocês querem saber
That it is time for you to go / Se já é a hora de vocês partirem
Oh, little children, you weren't clever / Oh, criancinhas, vocês não são inteligentes
Now you shall stay with me forever! / Agora vocês devem ficar comigo para sempre!

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

O boneco fofão


Isso foi uma história que aconteceu com um amigo meu quando ele era pequeno,vocês já devem conhecer o fofão que era um boneco da época e fazia parte de uma série não lembro qual e este boneco falaval.

Certo dia meu amigo estava dormindo quando a mãe dele ouviu barulhos no quarto dele e foi ver era o boneco,ela pensou que era algum problema,e voltou a dormir.

Mas na noite seguinte ela ouviu a mesma coisa e tirou a pilha do boneco,mas ele continuou falando.

No dia seguinte a mãe dele jogou o boneco fora, e uns dias depois quando meu amigo estava brincando no quintal o boneco der repente apareceu voando para cima da árvore e la ele olhou para meu amigo e começou a queimar.

Meu amigo até hoje tem pavor de lembra.

Onde habitam as sombras(CreepyPasta)

Na mais completa e profunda escuridão, o velho Jerônimo contou ao visitante que mostraria o lugar onde as sombras habitavam, em sua residência. Ainda contaminado por um descrédito imensurável, Olavo soltou o ar pelas narinas, demonstrando impaciência, e comunicou que já havia esperado a última hora inteira no mais escuro dos breus, porém o anfitrião ainda não havia revelado o local onde as ditas sombras viviam.


O visitante havia sido conduzido àquela pequena sala por Jerônimo, o cego, que residia sozinho naquela pobre vivenda há muitos anos. O mais velho avisou:


      — Olavo, você bem sabe que prezo muito sua amizade. E ratifico meu agradecimento a você por atender meu chamado.

      Subitamente, após uma pausa, o idoso declarou:

      — Meu fim está perto. Este fraco coração que bate em meu peito e minha idade avançada me derrubarão em pouco tempo.

      — Pare com isso, Jerônimo - interveio o convidado. - Você não vai morrer agora. O doutor Eliseu está lhe assistindo. Ele é um ótimo médico e lhe visita aqui em sua residência há muitos anos...

     — Não há muito o quê fazer - o velho interrompeu, bruscamente.  -  Atualmente a medicina é tão incipiente que ainda recorre às ervas medicinais. Temo que por toda essa década de setenta nada poderá ser feito. E meu fatigado corpo não suportará mais quatro anos, isto é, não conseguirei atingir a próxima década. Mesmo assim serei feliz quando morrer.

      — Não diga isso, caro amigo. Lute pela vida.

      — Nobre amigo, eu já tentei essa alternativa. No meu atual estado, é somente uma ilusão. Um perverso delírio inalcançável. Por agora, só preciso que você veja as sombras e passe a acreditar em suas existências. Elas ditarão os caminhos, a partir desta data. E se você ousar combatê-las, seus olhos serão cingidos e inominável dor tomará conta de suas órbitas.

      A conversa prosseguia na escuridão.

      — Podem até existir, afinal, ao se fazer um jogo de luz, elas surgirão. Mas não creio deste ponto em diante. Não creio que elas possuam vida própria. Não creio que elas são más. Não creio que elas se destacarão das paredes e virão ao nosso encontro. Não creio em nada disso. Para mim, são somente meras acompanhantes.

      — Ouço o timbre de sua voz, amigo. Está insuflado por um sentimento que tive há anos, quando as conheci. O medo! Mas, em parte, você tem razão. Elas nunca se destacarão das paredes - Olavo riu nervosamente. Era seu único recurso contra a certeira afirmação do outro. O velho Jerônimo continuou:

      — Vou acender a vela - o velho, mesmo cego, teve certa agilidade para encontrar a vela que jazia sobre o antigo candelabro, na mesa.

      — Peço ao amigo que me perdoe. Rogo que não guarde rancor deste velho que não enxerga.

      — Acenda! - a voz de Olavo vacilou de medo.

      Jerônimo riscou o fósforo e Olavo viu os olhos, cujas escleróticas tendiam para um matiz amarronzado, e as íris, coloridas com um triste azul opaco, do ancião. Do antigo e pálido rosto, depreendia-se que havia passado por anos e anos de sofrimento e clausura. Então, algo chamou a atenção do visitante. Um reflexo enegrecido passara - tão rápido como um piscar de olhos - da íris direita para a esquerda, do velho Jerônimo. Instantaneamente, Olavo empertigou-se na deletéria cadeira, fazendo-a arrastar-se um pouco no chão empoeirado.

      — O que foi isso nos seus olhos? - o visitante sussurrou, fazendo a chama tremeluzir com o ar expelido por sua fala.

      Enquanto Jerônimo fazia a chama do palito arder o barbante crestado da vela, emitiu um sorriso que mostrou a gengiva desprovida de dentes e logo em seguida revelou:

      — São elas. Como disse, em parte você estava com a razão. Imaginou que estavam na sala? Chegou a ponderar que elas poderiam utilizar as paredes e o chão para se locomoverem? Achou que viviam ao meu derredor? Enganou-se, estimado amigo. São parte de mim há décadas. Obumbraram-me a visão por anos e anos. E com o fim, abençoadamente próximo, desse corpo senil, é imperioso - para o bem de minha alma - que as entregue a outro, digamos... guardião. Perdão, nobre amigo, mas é assustadoramente necessário. Elas querem. E quando elas querem e não são atendidas... a dor se avizinha.

      No segundo seguinte, um feixe tão escuro quanto a noite saltou dos olhos do velho Jerônimo em direção as íris castanhas de Olavo. Este nada fez, apenas permaneceu entorpecido com o bailar ondeado e nefando que lhe toldava a visão. A cabeça do visitante continuou ereta, mas a pele certamente envelheceu alguns bons anos após a transposição das forças sobrenaturais. Os olhos do novo mantenedor do mal ficaram iguais aos de Jerônimo. Com o rosto encovado, Olavo não conseguiu ver, pois já estava cego, mas o cadáver de Jerônimo, num movimento espasmódico, caíra da cadeira e começara a enroscar-se em si mesmo, como se estivesse sendo revirado para dentro de si, qual um pedaço de plástico se comporta ao ser atirado ao fogo. Os ossos quebraram paulatinamente, o cadáver encolheu rapidamente até que sumiu. A tudo o novo guardião ouviu com atenção e horror.

      Para Olavo só restaria esperar o momento em que as sombras desejariam deixá-lo e ingressar em novo corpo. Com sorte e com o passar dos anos, ele poderia convidar o doutor Eliseu e apresentar aquele antigo mal que naquele maquiavélico momento maculava seus olhos e administrava suas ações.


Augusto Victor

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Espaço da Fé [Creepypasta]

Foi na metade do ano de 1995 que um evento intrigante e bizarro aconteceu aqui na minha cidade.
Aqui no brasil, mesmo com o avanço da televisão nas casas era normal as famílias terem um aparelho de rádio para ouvir estações de música e as vezes noticiários.

Porém na minha região eu e meus amigos daquela época tínhamos o costume de procurar rádios piratas. Normalmente a qualidade do som era péssima e conversas eram voltadas sobre equipamentos ou sobre outros assuntos em relação como fazer uma transmissão de radio.

Mas tinham algumas rádios mais undergrounds que tocavam um rock mais pesado porém era raras e de péssima qualidade de som. Entretanto a nossa favorita era "O espaço da fé".

Era um programa evangélico sem hora certa. Nesse programa o apresentador que devia ser um pastor ou algo assim, falava com sua voz nervosa e acusativa sobre pactos e acordos satânicos das celebridades. Alguns amigos mais novos acreditavam, porém eu e outro que era mais velhos dávamos risada e ficávamos observado inocência do povo. O cara tocava as músicas para trás de alegava que os ruídos bizarros eram frases. Cada um de nós tínhamos normalmente uma ideia de que o som deveria significar e o cara da rádio dizia que conseguia ouvir outra frase claramente na música, sendo normalmente não batia com as nossas.

Com o tempo começamos a fazer o jogo de quem adivinhava que o radialista estava ouvindo. Alguns meses depois de descobrimos a frequência ele começou um novo programa, algo mais light que era um programa em que pessoas que se estavam ou fingiam estar de desesperada ligavam para esse homem pedido conselhos ou ajudas. Os problemas iam desde um gatinho desaparecido(rimos e muito do clichê) ao extremo de um filho tinha levado tiro de doze na cara mas ainda estava vivo. Então com sua voz imponente e intimidadora o pastor falava que o infortunado precisava aceitar Jesus na sua vida senão o diabo ainda teria direito de fazer males cada vez pior. Algumas semanas depois começaram a ligações de agradecimento, dizendo que milagre tinha acontecido sendo normalmente coisas extremas como ter se curado da Aids ( na época a gente nem sabia o que era isso direito), recuperado a fertilidade ( o cara com voz de vô disse com essas palavras ), entre outras bizarrices que não consigo me lembrar.

Mais para metade do outro ano começou uma história de fazer exorcismo via o telefone. Ouvindo algumas pessoas meio que chorando ou fingido que pedia para ser exorcizados, Eu ria disso porque era mais um programa de comedia do que algo sério... Porém. Teve uma noite que após de ter garantir o emprego a uma mulher caso ela converte-se(acho que era isso, a mulher tinha voz engraçada...se não foi anterior deve ter sido penúltima.), uma garota de em torno 15 á 17 anos (estou chutando pelo que lembro da voz) ligou para ele.Bem o Dialogo foi mais ou menos assim se não falha a memória.

Garota: Boa noite senhor. ( Pensamos que ele iria dizer de novo que senhor era só deus.)

Radialista: Boa noite filha de Deus.

Garota: Todos somos...

Radialista: Mas o que vem procurar aqui minha jovem. Qual o mau que te aflige.

Garota: Tem gente que vem falando algumas mentiras sobre mim e minha família...me sinto perseguida..

Radialista: Filha, aceita Jesus que ele ira realizar um milagre em sua vida.

Garota: O povo me culpará de qualquer forma...eles não aceitam a responsabilidade de suas ações...E ainda tem gente promove isso.

Radialista: Os impuros que fazem isso pagaram por isso.

Então começou uns barulhos e interferência no telefone da menina.

Garota: O mau ira levar essas pessoas para pagar pelos seus crimes.

Radialista: Quem não tem a piedade do Senhor no coração sentira a fúrias da chamas das trevas.

Garota: Ódio também pode ser considerado---

Radialista: Qualquer um que use mentiras em proveito de si próprio será punido.

As interferências ficaram mais forte quando ele afirmou a punição pela segunda vez...começamos a ouvir vozes. Ficou uma sensação tensa com meus amigos da rua.

Garota: Então todas mentiras você falou sobre diversas pessoas me dá liberdade para te levar para sua posição...Você semeia odeio de todas as formas porém sua mentiras já não funcionam como antigamente...Além de andar me desafiando....

Radialista: Garota, pare com essa brincadeira.

A voz da garota engrossou, não a ponto parecer como um porco, mas algo mais macabro que fazia parecer demônio. Não me lembro direito o que ela disse, só sei que depois disso começou haver um som de fogo no seguidos de ruídos mais altos ao ponto de ter quase certeza que eram vozes, porém não conseguia entender suas falas. A estação caiu. Depois de um mês ela voltou com novo apresentador que não tocou no assunto do que aconteceu com anterior.

GHOSTHOUSE.EXE (Creepypasta)

Um dia eu estava na homepage do Clickteam e eu encontrei um jogo chamado “GhostHouse” . O game estava em primeira colocação como game do mês. O estranho foi que o screenshot do jogo não carregava de jeito nenhum. Eu recarreguei a pagina e ele não carregou do mesmo jeito. Eu tentei usar outro navegador e continuou não carregando, então eu pensei que não havia imagem para o game.
Apos clicar no link do jogo,apareceu uma caixa de download com um arquivo executável com o nome de “Ghosthouse.exe”. Era o unico arquivo que precisava de download entao eu o fiz. Quando o download terminou,o barulho “DING” de quando um download termina foi substituido por uma caixa de erro. Eu chequei meu desktop e o jogo estava la.
Eu queria jogar o jogo,mas tinha que servir de baba para a Tia Becky,Jessie e Conner. Eu coloquei o jogo em um CD e o levei comigo. Quando eu cheguei em casa,coloquei o jogo no PC e comecei a jogar. Conner pediu para me ver jogando,eu aceitei.
Aqui as coisas começaram a ficar estranhas. Antes do jogo carregar,a tela piscou algumas vezes e depois o titulo do jogo carregou. Haviam três escolhas: Novo jogo,carregar e Opções. Em opções,havia os links de musica,som e sair. As barras de musica e som nao funcionavam,juntamente com o load do game. Eu so tinha uma opção… Novo jogo. Eu cliquei e ele ja me colocou no jogo,sem nenhuma historia.
O jogo era um shooter em primeira pessoa. Havia uma barra de vida e um contador de fantasmas. Os graficos eram preto e branco e 3D. Graficos de um jogo normal de Playstation. Em uma sala haviam varios fantasmas,uns 8 ou 10. Estava muito difícil passar. Depois de um tempo,eu morro no jogo. Apareceu “GaME OvEr” e um fonte coberta de sangue e ilegivel. O computador ficou em tela azul e eu o desliguei.
Antes de eu fazer isso,Conner me mostrou a tela. Ela estava preta com um som estranho… o computador não tinha alto falantes. No computador,apareceu o rosto de alguem. A foto estava quebrada e espalhada pela tela. O som ficou mais alto. No fim do “vídeo” um texto apareceu. Nele estava escrito “NADA FOI ENCONTRADO”. O rosto parecia com o de Jessie,mas era difícil dizer. Eu e Conner nos entreolhamos e saímos do quarto,chocados.
Umas semanas depois eu recebi uma ligacao da casa de Tia Becky. Quando eu atendi o telefone eu so ouvi “HEL… E… M-TT…”. Parecia com Conner. Eu rapidamente fui para a casa. Quando eu cheguei na casa,ela estava vazia,com a TV fazendo um baixo som,parecido com o do “vídeo” no computador. Eu fui na sala de jantar e eu vi o rosto de Jessie em carne viva. No chao haviam partes de seu corpo empilhadas,exatamente como no video. Depois disso o computador fez um som alto que quase me fez cagar nas calcas. Eu decidi chamar a policia.
Eu chamei a 911 e eles imediatamente vieram. Eu fiquei esperando fora de casa. Quando o policial chegou eu o contei do que eu tinha visto. Ele entrou e não viu nada,me alertando de não fazer isso de novo. Quando eles foram embora,eu pensei em “Como assim não viram nada ?”. Eu entrei em casa e todos estavam la,com exceção de Jessie. Eu perguntei onde ele estava e Becky respondeu “Eu não sei, não o vi desde a noite que você veio aqui cuidar das crianças”.



Augusto Victor

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Oni.

Oni são criaturas da mitologia japonesa. O termo Oni é equivalente ao termo "demônio" ou "ogro", porque tais podem descrever uma variedade grande das entidades. Onis são criaturas populares da literatura, arte e teatro japonês.





















Aparência.

Um oni é humanóide; eles geralmente são grandes, mas as vezes pequenos, e têm rostos de homens, macacos ou bestas e ocasionalmente até de pássaros. Freqüentemente possuem chifres, que variam desde pequenas protuberancias a chifres longos, pontudos e espiralados que formam arcos como em um antílope, ou lisos como os chifres de um. Selvagens na natureza, raramente vestem muito mais do que um fundoshi.

A variação mais famosa dos oni - com chifres como de um boi e trajando um fundoshi de pele de tigre, pode ser relacionado ao kimon, a porta do demônio, através da qual os infortunados do mundo devem passar. A porta é encontrada no noroeste, ou no sentido do ushi-tora - Ushi e tora que são os sinais do boi e do tigre.

Características.

O oni pode certamente ser encontrado torturando os pecadores no inferno, e ameaçam também seres humanos neste mundo, procurando nas montanhas e povoados de lugares distantes, e montando nas nuvens como os espíritos do vento e do trovão.

Enquanto nos contos folclóricos os onis são geralmente criaturas maliciosas, antropófagas a serem temidas e destruídas por heróis errantes, o oni pode também ter uma função protetora. As telhas onigawara, encontradas na extremidade de telhados japoneses são assim chamadas porque são curvadas originalmente dessa forma para se assemelharem à cara de um ogro, com semblantes ferozes, pretendendo espantar espíritos prejudiciais.


Marcos Polidório.

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Novos círculos gigantes são encontrados em plantação em SC . 11/2011

Desenhos conhecidos como agroglifos têm cerca de 12 metros de diâmetro.
Formações estão distantes cerca de 150 metros uma da outra.


Dois círculos gigantes foram avistados por agricultores nesta segunda-feira (31) em uma plantação de trigo na SC-467, no oeste de Santa Catarina.
Os desenhos, conhecidos como agroglifos, foram encontrados distantes cerca de 150 metros um do outra e a 300 metros da rodovia. Cada formação tem aproximadamente 12 metros de diâmetro, e não há pistas sobre como foram feitas.
Desenhos gigantes, conhecidos como agroglífos, foram encontrados em lavoura em Santa Catarina (Foto:  Ivo Hugo Dohl/Agência RBS)Desenhos gigantes, conhecidos como agroglífos, foram encontrados em lavoura em Santa Catarina
(Foto: Ivo Hugo Dohl/Agência RBS)
Em 2008, dois agricultores em Ipuaçu, no Oeste Catarinense, também registraram círculos em suas lavouras - uma de triticale e outra de trigo. Os dois círculos eram perfeitos, com diâmetro de 19 metros, e as plantas foram deitadas de forma homogênea no sentido horário.


© G1 Globo.com

Nightmare(Creepypasta)

"Papai,tive um pesadelo..."

Você coça seus olhos e levanta o pescoço. Seu relógio brilha em vermelho dentro da escuridão --são 3:23. "Você quer subir na cama e me contar sobre ele?"

"Não, Papai."

A estranhesa da situação te faz ficar mais acordado. Você quase consegue ver a silhueta pálida de sua filha no escuro do quarto. "Por que não, querida?"

"Porque no meu pesadelo, quando eu te contei do sonho, a coisa vestindo a camisola da mamãe se levantou."

Por um momento, você se sente paralisado; você mal consegue tirar os olhos de sua filha. O cobertor atrás de você começa a se mecher...



Augusto Victor

GTA V - Lendas e Mitos

Sei que isso não tem nada a ver com o blog. ou tem?

Para que se lembra bem do GTA San Andreas. Sabe que no jogo havia varias "Lendas e Mitos", como por Exemplo: Pé grande, Fotografo que se suicidava, a Area 51, Carros Fantasmas e outros. Como eu sou bastante fã da Série GTA, pude ver a maioria desses mistérios em San Andreas. Já no GTA 4 eu não consegui ver tantos mistérios assim.

Carros Fantasmas : Grand Theft Auto - San andreas


Aqui vai uns links de lendas e mitos no GTA:
GTA - San Andreas : Lendas e Mitos
GTA 4 : Lendas e Mitos

 E Agora com o Lançamento do GTA  V. Esperamos que A Rockstar Games, coloque mais lendas e mitos no Game.
Veja o primeiro Trailler do game abaixo. confiram.



Então! vamos procurar mistérios?

© Blog Estranho Universo, GTA mind, Rockstar Games

Total de visualizações

 
Powered by Blogger